Editorial

  • Filipe Caseiro Alves Professor Titular de Radiologia, Faculdade de Medicina, Universidade de Coimbra

Resumo

Este editorial será o ultimo que escrevo na qualidade de Presidente da SPRMN. Volvidos quatro anos é tempo de fazer um balanço do que foi a vida da nossa estimada Sociedade Científica, extrapolando e antevendo porventura o futuro. Findo este 2º mandato, a primeira constatação que faço é que o tempo de vigência da Direcção da SPRMN deveria ser mais longo nunca inferior a um espaço de 3 anos. Há muitas coisas para concretizar, muitas acções que se prolongam par além dos 2 anos vigentes e que necessitariam da manutenção em funções da Direcção que possui todos os dados para as levar a bom porto. Feita esta afirmação é com enorme orgulho, satisfação e sentido do dever cumprido que iremos completar o nosso mandato no próximo dia 15 de Março de 2019. Gostaria de vos convidar para marcar presença pois a vitalidade da SPRMN não é mais do que aquela que todos os sócios lhe concederem. Em jeito de balanço final, julgo que foram levados a cabo alguns dos mais bem sucedidos eventos da sociedade a começar pelo nosso Congresso Nacional. Estamos e devemos estar orgulhosos da criação da Escola da SPRMN, inciativa que visou dois objectivos: educar e transmitir ciência e aproximar os sócios da nossa sociedade. Foi sem sombra de dúvida uma aposta ganha.

Publicado
2019-01-03
Secção
Editoriais