O Cancro da Mama em Idade Avançada

  • João Abrantes Centro Hospitalar Barreiro Montijo
  • Carolina Carneiro Centro Hospitalar Universitário do Algarve
  • Bernardete Rodrigues Centro Hospitalar Tondela-Viseu
  • Raquel Lameiras Hospital Garcia de Orta
  • José Carlos Marques Instituto Português de Oncologia de Lisboa Francisco Gentil

Resumo

Introdução:  O cancro da mama representa uma das principais causas de morte a nível mundial, porém, apesar da tendência de aumento da incidência desta patologia com o avançar da idade, persiste uma lacuna na adequada caracterização desta doença nas mulheres com idades mais avançadas. Objetivo: Caracterização clínica, imagiológica e histológica da patologia tumoral mamária em mulheres de idade igual ou superior a 80 anos e comparação com uma população representativa de idades inferiores. Métodos: Estudo unicêntrico retrospetivo de dados clinico-epidemiológicos, imagiológicos e histopatológicos de mulheres com idade igual ou superior a 80 anos, submetidas a estadiamento por ressonância magnética mamária e comparação com uma população representativa de mulheres com idades inferiores a 80 anos. Resultados: As doentes mais idosas apresentam-se com doença em estádios mais avançados, existindo uma diferença estatisticamente significativa em relação ao estadiamento clínico entre os dois grupos (P-Value = 0.004). As mulheres com idades inferiores a 80 anos têm maior prevalência de carcinoma ductal in situ (P-Value = 0.02), com maior extensão de doença nestes casos (P-Value = 0.025). Os casos de CDIS em mulheres com idade avançada estão mais frequemente associados com positividade para os recetores de estrogénio (P-Value = 0.03). Existe uma concordância moderada entre o estadiamento por ressonância magnética e o estádio patológico tanto no grupo das mulheres com idade superior ou igual a 80 anos (Kappa=0.50) como no grupo das mulheres em faixa etárias inferiores (Kappa=0.55). Conclusão: O cancro da mama nas mulheres com idade avançada apresenta características diferentes da patologia tumoral mamária em doentes de faixas etárias inferiores.

Publicado
2019-09-11
Secção
Artigos Originais