Anterior fibromuscular band tumors: from an unknown zone to a potential common cancer location

  • Rita Meira Soares Camelo Centro Hospitalar Universitário Lisboa Central, Hospital de São José, Lisboa, Portugal https://orcid.org/0000-0003-4710-6550
  • João Lopes Dias Centro Hospitalar Universitário Lisboa Central, Hospital de São José, Lisboa, Portugal

Resumo

O cancro da próstata é o quarto cancro mais comum e a oitava causa de morte em todo o Mundo. Por não serem palpáveis, os tumores da próstata anterior, nomeadamente os tumores da banda fibromuscular anterior, são frequentemente clinicamente sub-diagnosticados. Acresce ainda o facto de que a tradicional biópsia prostática transrectal guiada por ecografia apresenta uma baixa acuidade diagnóstica nestes tumores, uma vez que a próstata anterior não é rotineiramente biopsada. Consequentemente, os tumores da banda fibromuscular são muitas vezes diagnosticados somente após múltiplas biópsias sistematicamente negativas, apresentando dimensões aumentadas aquando do diagnóstico e comportando pior prognóstico.
O principal objectivo deste artigo é realçar a importância da Ressonância Magnética Multiparamétrica no diagnóstico de tumores da banda fibromuscular anterior, sendo descritas as normais características desta zona e o comportamento típico dos tumores que a envolvem.
Em conclusão, a ressonância magnética desempenha um importante papel na localização de lesões prostáticas anteriores, evitando assim o subdiagnóstico destes tumores.

Publicado
2020-09-18
Secção
Artigos Revisão