Os jornalistas portugueses sob o efeito das transformações dos media. Traços de uma profissão estratificada

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31447/AS00032573.2019230.07

Palavras-chave:

comunicação social, jornalistas, cultura profissional, AFCM

Resumo

O presente estudo procura contribuir para uma atualização da investigação focada na realidade socioprofissional do jornalismo português, em face do contexto de reconfiguração do mercado dos media. Com base num inquérito por questionário realizado em 2015 entre os jornalistas portugueses, que contou com 806 respostas válidas, constata-se um aprofundamento das tendências de recomposição social e de corrosão das condições laborais, identificadas em análises precedentes. Através da aplicação do método de Análise Fatorial de Correspondências Múltiplas foi possível segmentar a amostra em cinco conjuntos distintos, corroborando a noção de uma profissão estratificada segundo aspetos de poder, estatuto e segurança económica e laboral.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2021-01-24

Edição

Secção

Artigos