O teatro comunitário em Portugal: uma análise sociológica a partir do estudo de caso da associação Pele_Espaço de Contacto Social e Cultural

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31447/AS00032573.2022245.02

Palavras-chave:

teatro comunitário, arte social, Portugal, estudo de caso

Resumo

Após uma reconstituição diacrónica das experiências que podem ser classificadas enquanto bases do teatro comunitário, propõe-se uma reflexão sobre as práticas artísticas comunitárias à luz dos estudos de Pierre Bourdieu e do seu conceito de arte social. Dialogando com alguns dos principais estudiosos que se debruçaram sobre a relação entre teatro e sociedade e a partir da análise da associação portuguesa Pele_Espaço de Contacto Social e Cultural, analisase o teatro comunitário como fenómeno social. Apresenta-se uma experiência de teatro comunitário portuguesa que se insere entre as metodologias de âmbito teatral que, por um lado, procuram estimular uma abordagem crítica da arte e, por outro, se colocam em diálogo com os contextos sociais, com objetivos participativos, pedagógicos, educacionais e políticos. A partir de um trabalho teórico-prático são, assim, apresentadas as caraterísticas do teatro comunitário contemporâneo no contexto português.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2023-06-21

Como Citar

Serafino, I. (2023). O teatro comunitário em Portugal: uma análise sociológica a partir do estudo de caso da associação Pele_Espaço de Contacto Social e Cultural. Análise Social, 57(245), 656–675. https://doi.org/10.31447/AS00032573.2022245.02

Edição

Secção

Artigos