Organização partidária e mudanças estratégicas do Partido Social Liberal (PSL) nas eleições presidenciais brasileiras em 2018

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31447/2021107

Palavras-chave:

Partido Social Liberal, organização partidária, eleições brasileiras, Jair Bolsonaro

Resumo

Em 2018, o Partido Social Liberal (PSL), até então inexpressivo, conquistou a eleição de Jair Bolsonaro para presidente do Brasil e teve sucesso também nas eleições legislativas estaduais e nacional. Partindo desses resultados, pergunta-se: que aspetos partidários contribuíram para o sucesso nas disputas legislativas? Neste artigo, analisamos os fatores organizacionais e as candidaturas do PSL e apontamos que a coordenação bolsonarista conferiu um perfil centralizador ao partido. Assim, o PSL, mesmo com uma baixa institucionalização, aproveitou os benefícios do fenómeno Bolsonaro para outras disputas além da presidencial.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2024-03-15

Como Citar

Vasquez, V. ., Veras de Sandes-Freitas, V. E. ., & Dolandeli dos Santos, R. . (2024). Organização partidária e mudanças estratégicas do Partido Social Liberal (PSL) nas eleições presidenciais brasileiras em 2018. Análise Social, 49(250), 134–164. https://doi.org/10.31447/2021107

Edição

Secção

Artigos