Análise Custo-Efetividade de Autotransfusão de Sangue Filtrada com Cell Saver no Pós-Operatório de Prótese Total de Anca Primária

  • Jacobo J. Fedriani de Matos Doutor em Ciências da Saúde, Assistente Hospitalar. Serviço de Anestesiología e Reanimação e Terapêutica da Dor. Hospital de Jerez de la Frontera, Cádiz, Espanha
  • Ana V. Quintero Salvago Serviço de Anestesiología e Reanimação e Terapêutica da Dor. Hospital de Jerez de la Frontera, Cádiz, Espanha
  • Laura Barrios Rodríguez Serviço de Anestesiología e Reanimação e Terapêutica da Dor. Hospital de Jerez de la Frontera, Cádiz, Espanha
Palavras-chave: protese total, anca, transfusão de sangue autólogo, recuperação de sangue operatória, cirurgia ortopédica, análise custo-efetividade

Resumo

Introdução: A prótese total da anca é uma intervenção com uma elevada taxa de transfusão. No nosso centro o uso de cell savers, no peri-operatório desta intervenção foi protocolado desde 2010. Os principais objetivos deste estudo foram avaliar se a utilização dos cell savers diminuiu a taxa de transfusão alogénica e comparar os custos diretos associados a ambas as técnicas.

Material e Métodos: Estudo retrospetivo de 669 doentes submetidos a prótese total da anca: O grupo autotransfusão com cell saver com 357 pacientes, no qual foi utilizado o CS e o grupo transfusão de sangue alogénico com 312 pacientes em que não foi usado. Foram avaliadas as taxas de transfusão alogénicas e realizada uma análise comparativa dos custos diretos atribuíveis a cada uma das técnicas de transfusão.


Resultados: A taxa de transfusão alogénica no grupo transfusão de sangue alogénico foi de 21,47% e no grupo autotransfusão com cell saver de 16,25% (p = 0,084). No entanto, o número médio de unidades de sangue alogénico por doente transfundido no grupo transfusão de sangue alogénico foi significativamente menor (p = 0,020). O risco relativo de transfusão alogénica com o uso de cell saver foi de 0,76 (IC de 95% 0,55-1,04) e o número de doentes a tratar para a evitar foi de 19. Os custos diretos para evitar uma transfusão alogénica foram de 3888,73 euros.

Conclusão: No nosso centro o emprego do cell saver não foi eficaz na redução da taxa de transfusão de sangue alogénico no pós-operatório de artroplastia total unilateral da anca, incrementando em 25 vezes os custos de uma unidade de sangue doada.

Downloads

Dados de Download não estão ainda disponíveis.
Publicado
2018-07-18
Como Citar
Fedriani de Matos, J. J., Quintero Salvago, A. V., & Barrios Rodríguez, L. (2018). Análise Custo-Efetividade de Autotransfusão de Sangue Filtrada com Cell Saver no Pós-Operatório de Prótese Total de Anca Primária. Revista Da Sociedade Portuguesa De Anestesiologia, 27(2), 6-11. https://doi.org/10.25751/rspa.13001
Secção
Artigo Original