Prevention of spinal cord ischemia through cerebrospinal fluid drainage

Prevention of spinal cord ischemia - cerebrospinal fluid drainage

  • Ana Margarida Martins Centro Hospitalar Lisboa Central
  • Maria Lurdes Castro Centro Hospitalar de Lisboa Central

Resumo

Introdução

 A isquémia medular e resultante paraplegia constituem das complicações pós-operatórias mais temidas da cirurgia toraco-abdominal.

A colocação de cateter de drenagem de líquido cefalorraquidiano está recomendada como medida preventiva em doentes de elevado risco.

Este trabalho tem como objetivo avaliar a eficácia da colocação profilática de cateteres de drenagem de líquido cefalorraquidiano.

 

Material e Métodos

Estudo retrospetivo em 19 doentes submetidos a cirurgia endovascular da aorta tóraco-abdominal nos quais foi colocado profilaticamente cateter de drenagem de líquor, entre Janeiro 2010 e Março 2017.

Considerados os fatores de risco para isquémica medular conhecidos.

 

Resultados

Total 19 doentes submetidos a procedimentos endovasculares da aorta, 89,5% (n=17) pertencentes ao sexo masculino, com idade média de 66±9 anos. 73,7 % dos procedimentos foram eletivos.

Todos os cateteres foram colocados com o doente acordado, previamente à indução anestésica. A duração média do  cateter foi de 2,5 dias.

Realizada drenagem de líquido cefalorraquiadiano por aumento da pressão do mesmo (>10mmHg) em 7 doentes. 3 doentes desenvolveram sintomas precoces de isquémia medular. Verificou-se reversão completa dos sintomas em 2 doentes.

A mortalidade aos 30 dias foi de 10,5% (n=2).

 

Discussão

Verificou-se um potencial caráter protetor da colocação profilática de cateter de drenagem de líquido cefalorraquidiano no desenvolvimento de isquémia medular.

 

Conclusão

A drenagem de líquor parece ser eficaz na prevenção de isquémia medular. Estudos futuros são necessários de forma a determinar a eficácia da mesma e comparar diferentes métodos com vista a prevenção de isquémia medular.

Publicado
2018-12-15
Como Citar
Martins, A., & Castro, M. (2018). Prevention of spinal cord ischemia through cerebrospinal fluid drainage. Revista Da Sociedade Portuguesa De Anestesiologia, 27(4), 69-74. https://doi.org/10.25751/rspa.14906