Efeitos de diferentes focos de atenção na performance motora de uma tarefa de agilidade em crianças

  • Francisco de Assis Furtado de Oliveira Escola Superior de Educação Física, Universidade Federal de Pelotas, Brasil
  • Matheus Maia Pacheco Pennsylvania State University, Estados Unidos da América
  • Ricardo Drews Escola de Educação Física e Esporte, Universidade de São Paulo, Brasil

Abstract

O objetivo do estudo foi investigar se instruções de foco externo de atenção comparado ao foco interno e sem foco determinado afetariam de forma diferente a performance motora de crianças. Adicionalmente, buscou-se mensurar a adoção das instruções prescritas sobre o foco de atenção pelos participantes. Vinte e três crianças, de ambos os sexos, com idade média de 10.04 ± .06 anos realizaram uma tarefa motora de agilidade em três condições diferentes: foco externo, foco interno e sem foco determinado. Estes realizaram cinco tentativas de prática de cada condição experimental em dias distintos e tiveram seus tempos de movimento registrados. Após cada tentativa, todos os participantes responderam a uma pergunta em relação ao foco de atenção utilizado. As análises apontaram superioridade da condição sem foco determinado e de foco interno em relação à condição foco externo. Em relação à adoção do foco de atenção, as crianças se utilizaram prioritariamente dos focos de atenção instruídos pelo experimentador. Porém, na condição sem foco determinado utilizaram o foco externo (65%) na maioria das tentativas. Conclui-se que as instruções relacionadas ao foco de atenção externo não beneficiaram a performance motora de uma tarefa de agilidade em crianças.

Published
2015-04-30
Section
Original Article