FORMAÇÃO INICIAL E O EXERCÍCIO DA DOCÊNCIA NA EDUCAÇÃO INFANTIL - EXPECTATIVAS E PERCEPÇÕES DE ESTUDANTES DE CURSOS DE PEDAGOGIA BRASILEIROS

Autores

  • Cláudia Piffer
  • Sílvia Rodrigues
  • Célia Maria Guimarães

DOI:

https://doi.org/10.25746/ruiips.v3.i6.14408

Resumo

Neste texto, apresenta-se um recorte da pesquisa longitudinal (2009 e 2012) realizada junto a estudantes dos cursos de Pedagogia da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Estadual Paulista (FCT/UNESP) e Universidade Federal do Mato Grosso do Sul – Campus do Pantanal (UFMS/CPAN). Os dados se referem às razões para a escolha do curso, motivações e expectativas com relação ao exercício da profissão docente e acerca da percepção sobre o exercício da docência, no contexto da Educação Infantil.
Os dados foram obtidos por meio de questionários mistos e tratados com auxílio do software Statistical Package for the Social Sciences (SPSS) e o uso da técnica de análise categorial de conteúdo (Bardin, 1979).
Os resultados apontam, dentre outros aspectos, evolução no entendimento do funcionamento da creche e das funções profissionais; redução na ênfase dada às tarefas escolarizantes etc. A razão pela escolha pelo Curso de Pedagogia permaneceu motivada, principalmente, pelo querer trabalhar com crianças, o que se coloca, dentre outros, como um desafio a ser superado com investimentos em processos formativos.

Palavras-chave: Curso de Pedagogia; Formação de professores; Educação Infantil; Docência.

Downloads

Edição

Secção

Artigos