FIBROMIALGIA E OS BENEFÍCIOS DA ATIVIDADE FÍSICA: Um estudo de caso

  • Mónica Sousa Instituto Politécnico de Santarém
  • Diogo Monteiro Instituto Politécnico de Santarém
  • Anabela Vitorino Instituto Politécnico de Santarém
Palavras-chave: Atividade Física, Exercícios, Fibromialgia

Resumo

O objetivo deste estudo foi analisar e comparar os dados de avaliação na redução do stress e diminuição de pontos de dor através de um programa de intervenção para a mudança comportamental desenvolvido a partir de atividade física, com base no treino de competências. Participou neste trabalho um sujeito do género feminino com 43 anos de idade sem prática de atividade física estruturada. O sujeito foi avaliado em dois momentos, com cinco semanas de intervalo, através dos seguintes instrumentos: Subescala da Perceção de Stress da Escala da Ansiedade, Depressão e DASS- 21 e Escala de Pontos de Dor (ombros, joelhos, pulsos, costas, ancas). Os dados foram analisados com recurso a medidas de tendência central (médias) e analisados no software estatístico SPSS 20.0. Os resultados demonstram que houve uma diminuição em todos os pontos de dor, bem como, uma redução na perceção do stress do primeiro para o segundo momento.

Publicado
2020-01-23