Emergência Pré-hospitalar em Itália com o apoio da SPA

Palavras-chave: emergência pré-hospitalar; internato de anestesiologia, estágio internacional

Resumo

Sempre tive um fascínio pela emergência médica pré-hospitalar e desde cedo me dediquei à área com a realização de cursos e atividade clínica pré-hospitalar, tendo, portanto, decidido realizar um estágio opcionai, com duração de um mês, na Azienda Regionale Emergenza Urgenza (AREU), região de Lombardia, Itália.

A AREU é uma instituição pública com autonomia organizacional e financeira, com a missão de coordenação e monitorização das atividades de emergência e urgência pré-hospitalar, logística da atividade de colheita, transplante de órgãos e tecidos, operacionalidade do serviço do número único de emergência (112) na região da Lombardia e promoção do envolvimento da sociedade civil na formação, educação e resposta à emergência pré-hospitalar.

Está organizada em múltiplas estruturas presentes no seu território que incluem 12 Articolazioni Aziendali Territorial (AAT) que coordenam e monitorizam a emergência pré-hospitalar em áreas provinciais, 4 Sale Operative Regionali dell’Emergenza Urgenza (SOREU), correspondentes às 4 áreas da região (Figura 1) que recebem as chamadas de emergência médica e orientam os meios disponíveis para a ocorrência e hospital de destino, 1 Dipartimento Regionale Interaziendale Emergenza Urgenza (DRIEU) que articula a atividade inter-estruturas.

Durante este estágio, acompanhei o socorro a vítimas de doença súbita e trauma na Automedica (o equivalente à VMER em Portugal) da AAT em Varese com uma média anual de 2.700 ocorrências, distribuídas pelas prioridades vermelha (60,4%), amarela (39,0%) e verde (0,6%), observando-se um grande volume de vítimas críticas.

A SOREU dei Laghi, é a central de referência para os territórios de Como, Varese, Lecco e Legnano, com uma população aproximada de 1.900.000 habitantes, onde desempenhei as funções de médico coordenador da SOREU, colaborando e supervisionando a atividade dos técnicos e enfermeiros no atendimento de chamadas, aconselhamento e recomendações a leigos, ativação dos meios de socorro terrestres e aéreos, e orientação dos mesmos às instituições de saúde. De salientar, a capacidade de georreferenciação automática e da identificação do contactante através do GPS integrado e cartão SIM do telemóvel, a geolocalização de todos os meios de socorro, e a aplicação GECO (Gestione Eventi Centrale Operativa) com capacidade descritiva, em tempo real, do número de doentes a aguardar triagem hospitalar, doentes triados e a capacidade efetiva de todos os serviços de urgência da região, e ainda, a descrição do número de vagas de cuidados intensivos gerais, pediátricos e de queimados disponíveis no norte de Itália.

Tive também a oportunidade de coordenar a assistência médica e socorro do 4º GranFondo Tre Valli Varesine 2019 (figura 2), uma corrida de ciclismo com cerca de 400 (Gran Fondo) e 1.500 participantes (Medio Fondo), respetivamente, e 4.000 espectadores, que decorreu na região de Varese e províncias adjacentes, integrando o posto de comando com oficiais de ligação das forças de segurança, emergência médica e bombeiros.

A bolsa da SPA facilitou-me financeiramente a realização deste estágio pelo que agradeço todo o suporte da SPA.

Downloads

Dados de downloads ainda não estão disponíveis.
Publicado
2020-10-02
Como Citar
Norte, G. (2020). Emergência Pré-hospitalar em Itália com o apoio da SPA. Revista Da Sociedade Portuguesa De Anestesiologia, 29(3), 169-171. https://doi.org/10.25751/rspa.19250