Censos Anestesiologia – 2014 Relatório Final

  • Paulo Lemos Presidente do Colégio de Anestesiologia e Relator do projeto Serviço de Anestesiologia do Centro Hospitalar do Porto - Portugal
  • Joaquim Figueiredo Lima Anestesiologista (aposentado), Lisboa - Portugal
  • Joaquim Viana Anestesiologista, Professor da Universidade da Beira Interior - Portugal
  • José Pedro Assunção Serviço de Anestesiologia do Centro Hospitalar Tondela/Viseu - Portugal
  • José Veiga Serviço de Anestesiologia da Unidade de Faro do Centro Hospitalar do Algarve - Portugal
  • Manuel Chedas Serviço de Anestesiologia do Centro Hospitalar Lisboa Ocidental - Portugal
  • Manuel Costa Sousa Serviço de Anestesiologia do Centro Hospitalar Cascais - Portugal
  • Pedro Branca Serviço de Anestesiologia, Hospital Pedro Hispano, Unidade Local de Saúde de Matosinhos - Portugal
  • Rosário Abrunhosa Serviço de Anestesiologia do Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro - Portugal
  • Valentina Almeida Serviço de Anestesiologia do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra - Portugal
Palavras-chave: Anestesiologia / recursos humanos, Organização, Portugal

Resumo

A perceção atual da existência de um deficit significativo de anestesiologistas no País, levou a Direção do Colégio de Anestesiologia a desenvolver um Censos Nacional desta especialidade cuja recolha de dados foi realizada no mês de maio de 2014. Contactados todos os Diretores dos Serviços de Anestesiologia das Instituições Públicas que compõem o Serviço Nacional de Saúde – SNS (com modelos de gestão empresarial ou privada, no continente e regiões autónomas dos Açores e da Madeira, incluindo os três centros regionais do Instituto Português de Oncologia, Dr. Francisco Gentil, e as duas unidades dos Hospitais das Forças Armadas) num total de 52 instituições, foi solicitado que os dados relativos à organização, recursos humanos e logística reportassem à semana entre 12 e 18 de maio de 2014, e que a casuística relativa a resultados operacionais dissesse respeito ao ano de 2013. O inquérito desenvolvido para o efeito foi ainda enviado em versão simplificada aos Diretores Clínicos dos Hospitais Privados a operar em Portugal, com o objetivo de também se identificarem todos os anestesiologistas a trabalhar exclusivamente em hospitais privados.O Censos registou 595.185 intervenções cirúrgicas realizadas nas 52 instituições públicas analisadas, das quais 82,8 % o foram de forma programada, e destas 43,5 % em regime de ambulatório. Constatou-se ainda 110.668 procedimentos com apoio de anestesia fora do bloco operatório, 279.205 consultas de anestesia e 99.153 consultas de dor crónica. Identificaram-se 44.956 analgesias de parto, que se pensa possam corresponder a cerca de 65 % dos partos ocorridos nos Serviços de Obstetrícia dos Hospitais do SNS. Foram identificados 1121 anestesiologistas com vínculo aos Serviços de Anestesiologiadas Instituições Públicas analisadas, 71 anestesiologistas a trabalhar nesses hospitais, noutros Serviços que não o da Anestesiologia, e 62 recém-especialistas a aguardar colocação,num total de 1254, o que corresponderá a um rácio de 12,0 por 100.000 habitantes.Se tivermos em conta os 200 anestesiologistas a trabalhar exclusivamente no sector privado esse rácio passa para 13,9 por 100.000 habitantes. Os diversos Diretores dos Serviços de Anestesiologia dos Hospitais Públicos, afirmam no seu todo existirem menos 467 anestesiologistas que os necessários para as necessidades em cuidados anestésicos no País, valor esse que se prevê possa ser reduzido em cerca de dois terços até 2020, permitindo uma outra capacidade de recursos humanos para dar resposta às crescentes solicitações para prestação de cuidados anestésicos com que enfrentam diariamente os Serviços de Anestesiologia dos Hospitais do SNS.

Downloads

Dados de Download não estão ainda disponíveis.
Publicado
2015-06-01
Como Citar
Lemos, P., Lima, J., Viana, J., Assunção, J. P., Veiga, J., Chedas, M., Sousa, M., Branca, P., Abrunhosa, R., & Almeida, V. (2015). Censos Anestesiologia – 2014 Relatório Final. Revista Da Sociedade Portuguesa De Anestesiologia, 24(2), 41-52. https://doi.org/10.25751/rspa.7015
Secção
Informação