THE EUROPEAN REGISTRY OF QUALITY OUTCOMES FOR CATARACT AND REFRACTIVE SURGERY (EUREQUO): A EXPERIENCIA NO HOSPITAL DE BRAGA

  • José Carlos Ferreira Mendes Hospital de Braga
Palavras-chave: EUREQUO, cirurgia de catarata.

Resumo

Objectivos: O EUREQUO é um projeto de tecnologia de informação em oftalmologia, no qual se procura, através da monitorização das suas diferentes fases, melhorar os resultados da cirurgia de catarata. Desde 1 de Janeiro de 2014 que todas as cirurgias de catarata (exceção, cirurgias combinadas) do Serviço de Oftalmologia do Hospital de Braga (SOHB) são registadas nesta base de dados online.

Desenho e métodos: No EUREQUO documentam-se as diferentes fases clínicas da cirurgia de catarata que possam ser registadas de um modo padronizado. Atualmente, encontram-se como fases de registo obrigatório as seguintes: cirurgia do primeiro vs. segundo olho; ambulatório vs. internamento; dados demográficos; consulta pré-operatória; co-morbilidades oculares pré-operatórias; tipo de cirurgia; complicações durante a cirurgia; acuidade visual, refracção e complicações pós-cirúrgicas.

Resultados: Até ao presente, o SOHB contribuiu com 736 registos, correspondentes à nossa atividade de cirurgia de catarata não combinada entre 1 de Janeiro e 25 de Maio de 2014. Os resultados foram: 54,76% do sexo feminino; 36,7% já com cirurgia contralateral; 99,59% ambulatórios; melhores acuidades visuais corrigidas (MAVC) pré-operatórias de ≤1/10 e <5/10 em 15,90% e 52,31% respectivamente; complicações intra-operatórias em 2,72%; no pós-operatório imediato (1-7 dias), acuidades visuais não corrigidas de ≥5/10 e ≥ 8/10 em 79,62% e 38,86% respectivamente; pós-operatório tardio, MAVC ≥5/10 e ≥8/10 em 93,34% e 81,52% respectivamente.

Conclusões: A monitorização padronizada e em larga escala das várias fases que integram a cirurgia de catarata é importante no melhor entendimento deste procedimento e na optimização dos seus resultados.

Biografia do Autor

José Carlos Ferreira Mendes, Hospital de Braga

Interno de Oftalmologia do Hospital de Braga

Licenciado em Medicina pela FMUL

Publicado
2016-10-18
Secção
Artigos originais