Fatores determinantes de espiritualidade na pessoa com doença Crónica hospitalizada

Autores

DOI:

https://doi.org/10.48492/servir0201.25863

Palavras-chave:

Enfermagem, Espiritualidade, Habilidades de enfrentamento

Resumo

Introdução: A espiritualidade é considerada como um dos importantes recursos que podem ajudar a ultrapassar um momento de crise e sofrimento. Como enfermeiros e membros de uma equipa multidisciplinar, temos todo o interesse profissional, moral e ético em conhecer a dimensão espiritual do doentecrónico hospitalizado, que permitirá prestar cuidados mais personalizados.

Objetivo/s: Identificar formas de espiritualidade vivenciadas pela pessoa com doença crónica hospitalizada e determinar como se correlacionam com asvariáveis sociodemográficas, familiares e clínicas.

Métodos: Estudo não experimental, descritivo-correlacional transversal e quantitativo, utilizado numa amostra não probabilística por conveniência constituída por 307 indivíduos. Os dados foram recolhidos através de um questionário, aplicado entre janeiro e junho de 2013, a pessoas com patologiacrónica em ambiente hospitalar.

Resultados: Os participantes referem que as “crenças espirituais/religiosas” dão sentido à sua vida e força nos momentos difíceis e aprenderam a dar valor às pequenas coisas da vida, contudo menos de metade da amostra vê o seu futuro com esperança. Revelaram-se fatores preditores de espiritualidade a “idade”(10,4%) e a “funcionalidade familiar” (10,4%), variando positivamente.

Conclusão: A espiritualidade é um recurso de coping altamente presente na pessoa com doença crónica hospitalizada, sendo a “idade” e a “funcionalidadefamiliar” fatores preditores de espiritualidade.

Referências

Austin, P., Macleod, R., Siddall, P., McSherry, W., & Egan, R. (January 2017). Spiritual care training is needed for clinical and non-clinical staff to manage patients' spiritual needs. Journal for the study of Spirituality, 7:1, 50-63, DOI:10.1080/20440243.2017.1290031

Barbosa, A. (2010). Espiritualidade. Em A. Barbosa, & I. G. Neto, Manual de Cuidados Paliativos (pp. 595-659). Lisboa: Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa.

Batista, S. M. L. P., & Martins, R. M. L. (2021). Factores asociados al sufrimiento en la enfermedad crónica en pacientes hospitalizados en Portugal. Enfermería Clínica. https://doi.org/10.1016/j.enfcli.2020.12.043

Batista, S., & Martins, R. (2016). The suffering from chronic illness as a focus in nursing care. Servir, 59 (2), 57-62. http://hdl.handle.net/10400.19/4447

Caldeira, S., Branco, Z., Vieira, M. (2011) Espiritualidade nos cuidados de enfermagem: revisão da divulgação científica em Portugal. Revista de Enfermagem Referência - III, 5. http://dx.doi.org/10.12707/RIII1133

Krikorian, A., & Limonero, J. (March de 2012). An Integrated View of Suffering in Palliative Care. Journal of palliative care, pp. 41-49. Obtido de https://www.researchgate.net/publication/224955375

Lazarus, R., & Folkman, S. (1984). Stress, appraisal, and coping. New York: Springer Publishing Company.

Leventhal, H., Philips, L., & Burns, E. (Dec de 2016). The Common-Sense Model of Self-Regulation (CSM): a dynamic framework for understanding illness self-management. J Behav Med, 39: 935-946. https://doi.org/10.1007/s10865-016-9782-2

Magalhães, V. P. (2015). Espiritualidade, Esperança e Sentido da Vida em Oncologia. Em E. Albuquerque, & A. S. Cabral, Psico-oncologia: Temas Fundamentais (pp. 399-402). Lisboa: Lidel - Edições Técnicas, Lda.

Martins, R., & Mestre, M. (dezembro de 2014). Esperança e Qualidade de Vida em Idosos. Millenium, 47(19). https://revistas.rcaap.pt/millenium/article/view/8116/5718

Meleis, A. I., Sawyer, L. M., Im, E. O., Hilfinger Messias, D. K., & Schumacher, K. (2000). Experiencing Transitions: An emerging middle range theory. Advances in Nursing Science, 23(1), pp. 12-28. PMID: 10970036

Nazly, E. A., Ahmad, M., Musil, C., & Nabolsi, M. (July-August de 2013). Hemodialisis stressors and coping strategies among Jordain patients on hemodialisys: a qualitative study. Nephrology Nursing Journal, 40(4), pp. 321-327. PMID: 24175441

Ordem do Enfermeiros. (2009). Código Deontológico (Inserido no Estatuto da OE republicado como anexo pela Lei n.º 111/2009 de 16 de Setembro). https://www.ordemenfermeiros.pt/arquivo/legislacao/Documents/LegislacaoOE/CodigoDeontologico.pdf

Ordem dos Enfermeiros. (2011). CIPE Versão 2 - Classificação Internacional Para a Prática de Enfermagem. Santa Maria da Feira: Lusodidacta.

Ordem dos Enfermeiros. (Agosto de 2012). Regulamento do Perfil de Competências do Enfermeiro de Cuidados Gerais. Divulgar, pp. 12-13. https://www.ordemenfermeiros.pt/arquivo/publicacoes/Documents

Perry, A. G., Potter, P. A., & Ostendorf, W. (2020). Nursing Interventions & Clinical Skills, 7th Edition. Missouri: Elsevier. ISBN: 9780323547017

Pinto, C., & Ribeiro, J. L. (2007). Construção de Uma Escala de Avaliação da Espiritualidade em Contextos de Saúde. Arquivos de Medicina, pp. 21(2):47-53. https://repositorio-aberto.up.pt/bitstream/10216/57268/2/85810.pdf

Reis, A., & Menezes, T. M. de O. (2017). Religiosidade e espiritualidade nas estratégias de resiliência do idoso longevo no cotidiano. REBEn, 70(4), 794–799. Retrieved from http://dx.doi.org/10.1590/0034-7167-2016-0630

Silva, V., Neves, I., Paraizo, C., Rodrigues, A., Silva, M., Dias, N., Bem, M., Miareli, A. (feb. 2020). Spirituality and religiosity in elderly with diabetes mellitus. Braz. J. of Develop., Curitiba, v. 6, n.2, p.7097-7114 DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n2-128

Souza, V. C., Pessini, L., & Hossne, W. (2012). Bioética, religião, espiritualidade e a arte do cuidar na relação médico-paciente. Revista Boiethikos, 6 (2), pp. 181-190. https://www.saocamilo-sp.br/pdf/bioethikos/94/a7.pdf

Timmins F, Caldeira S. Assessing the spiritual needs of patients. Nurs Stand. 2017 Mar 15;31(29):47-53. doi: 10.7748/ns.2017.e10312. PMID: 28294021.

Sequeira, C. & Sampaio, F. (junho 2020). Enfermagem em Saúde Mental - Diagnósticos e Intervenções. Lisboa: Lidel. ISBN: 9789897524134

Wright, L. (2017). Suffering and Spirituality: The Path to Illness Healling. Canadá: 4th Floor Press Inc.

Downloads

Publicado

2021-12-30

Edição

Secção

Artigos