Impacto económico da implementação de viaturas elétricas no Programa Escola Segura da PSP

Autores

  • Sónia M. A. Morgado ICPOL – Centro de Investigação do Instituto Superior de Ciências Policiais e Segurança Interna | CIEQV – Life Quality Research Center, Portugal https://orcid.org/0000-0002-7036-5174
  • Marcio Ferreira Polícia de Segurança Pública, Portugal

DOI:

https://doi.org/10.25746/ruiips.v9.i2.26408

Palavras-chave:

Criação de valor, mobilidade verde, polícia, viabilidade económica, viaturas elétricas

Resumo

A opção por viaturas elétricas é apanágio duma sociedade ecologicamente consciente que procura soluções tecnológicas para a substituição dos motores de combustão interna por veículos movidos a energia elétrica. A este processo não devem ser alheias as instituições do Estado, nomeadamente a PSP. Destarte, o artigo examina a viabilidade económica da introdução de viaturas elétricas no Programa Escola Segura da Polícia de Segurança Pública, com a definição do custo e dos cash-flows das viaturas elétricas comparativamente com os motores de combustão interna. Nesta análise constata-se que a viatura elétrica não é economicamente favorável, ainda que a sua adoção contribua para a criação de valor como consequência do ambiente e da interação com os agentes económicos consumidores. O futuro apresenta-se com a imprescindibilidade da utilização de formas alternativas de mobilidade ecológica, pelo que o desenvolvimento tecnológico em curso tornará esta análise obsoleta, com o crescimento exponencial das externalidades positivas dessa mobilidade.

Capa: Impacto económico da implementação de viaturas elétricas no Programa Escola Segura da PSP

Downloads

Publicado

2021-12-31