Abcesso Epidural – uma complicação anestésica

  • Inês Carvalho Serviço de Anestesiologia do Centro Hospitalar de Lisboa Ocidental, Lisboa – Portugal
  • Sara Tomé Serviço de Anestesiologia do Centro Hospitalar de Lisboa Ocidental, Lisboa – Portugal
  • Joana Osório Serviço de Anestesiologia do Centro Hospitalar de Lisboa Ocidental, Lisboa – Portugal
  • Isabel Dinis Serviço de Anestesiologia do Centro Hospitalar de Lisboa Ocidental, Lisboa – Portugal
Palavras-chave: Abcesso Epidural, Anestesia Epidural, Anestesia Regional

Resumo

Os abcessos epidurais são infeções muito graves do Sistema Nervoso Central. Constituem lesões focais confinadas ao crânio ou coluna vertebral que exercem compressão cerebra lou medular causando sintomas severos e complicações permanentes. Este caso clínico constitui a descrição de uma complicação pós-operatória após uma artroplastia total do joelho.Embora seja uma entidade rara, tem-se vindo a verificar um aumento de incidência nos últimos 30 anos que se deve, não só aos avanços tecnológicos no campo da imagiologia,mas também ao envelhecimento progressivo da população e ao acréscimo do número de anestesias regionais. A chave para o tratamento desta complicação é o seu reconhecimento precoce, pelo que a hipótese diagnóstica deverá ser colocada, especialmente em casos de doentes imunocomprometidos submetidos a técnicas anestésicas regionais, sob pena de comprometer a cura completa e levar ao desenvolvimento de sequelas graves.

Downloads

Dados de Download não estão ainda disponíveis.
Publicado
2015-06-01
Como Citar
Carvalho, I., Tomé, S., Osório, J., & Dinis, I. (2015). Abcesso Epidural – uma complicação anestésica. Revista Da Sociedade Portuguesa De Anestesiologia, 24(2), 38-40. https://doi.org/10.25751/rspa.7014
Secção
Caso Clínico