Broken Heart Syndrome: Miocardiopatia de Takotsubo após rutura intraoperatória de aneurisma cerebral

  • Tânia Ralha Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, EPE
  • Ana Raimundo Médica Assistente Hospitalar de Anestesiologia - Serviço de Anestesiologia Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, EPE, Coimbra, Portugal
Palavras-chave: Aneurisma Intracraniano, Disfunção Ventricular Esquerda, Hemorragia Subaracnoideia, - Miocardiopatia Takotsubo

Resumo

Doentes com hemorragia subaracnoideia aneurismática podem apresentar diversasmanifestações cardíacas cujo diagnóstico diferencial é desafiante, sobretudoquando decorrem no período intraoperatório. A miocardiopatia de Takotsubo é umdistúrbio raro que decorre com disfunção ventricular esquerda predominantementereversível, apresentando alterações eletrocardiográficas que mimetizam uma síndromecoronária aguda. Descreve-se o caso de uma mulher de 41 anos que durantea clipagem de um aneurisma gigante da artéria cerebral anterior esquerda,sofre rutura aneurismática seguida de alterações eletrocardiográficas compatíveiscom isquémia miocárdica. Desenvolve disfunção ventricular esquerda progressiva,agravada no pós-operatório, sem relação com enzimologia cardíaca, progredindopara choque cardiogénico, isquémia cerebral secundária e morte cerebral. Existempoucos casos descritos de miocardiopatia de Takotsubo em contexto intraoperatório.O anestesiologista deve estar alerta para esta entidade nosológica pelas exigênciasclínicas inerentes ao manuseamento simultâneo de duas emergências intraoperatórias,podendo o seu atraso diagnóstico protelar intervenções terapêuticas fundamentais,determinantes no prognóstico do doente.

Downloads

Dados de Download não estão ainda disponíveis.

Biografia do Autor

Tânia Ralha, Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, EPE
Serviço de Anestesiologia
Publicado
2015-12-02
Como Citar
Ralha, T., & Raimundo, A. (2015). Broken Heart Syndrome: Miocardiopatia de Takotsubo após rutura intraoperatória de aneurisma cerebral. Revista Da Sociedade Portuguesa De Anestesiologia, 24(4), 115-118. https://doi.org/10.25751/rspa.7290
Secção
Caso Clínico