A importância do desporto de alto rendimento na inclusão social dos cegos: Um estudo centrado no Instituto Benjamin Constant - Brasil

Ramon Pereira, Renata Osborne, Antonino Pereira, Soraia Izabel Cabral

Resumo


A população de pessoas deficientes vem crescendo a cada dia, gerando problemáticas sociais que interferem diretamente na qualidade de vida deste segmento. O objetivo dessa pesquisa foi investigar o esporte de alto rendimento como contribuição para inclusão social de atletas cegos do Instituto Benjamin Constant. Observou-se que os alunos egressos do Instituto, até duas décadas atrás, não davam prosseguimento aos seus estudos, embora gozassem de oportunidade igualitária e constitucional como cidadão brasileiro. Foram entrevistados dez atletas cegos egressos do Instituto, que estudaram entre 1994 e 1998, tendo na época da pesquisa a condição de atletas de alto rendimento e ao mesmo tempo cidadãos, que trabalham, estudam e são independentes. A pesquisa utilizou o método qualitativo, empregando como instrumento de investigação a entrevista semi-estruturada (Flick, 2005; Ruquoy, 2005). Para tratamento dos dados utilizou-se a técnica de “Análise de Conteúdo” (Minayo, Deslandes, Neto, & Gomes, 2002). Os resultados foram organizados em torno de três categorias: a importância do esporte, orientação e mobilidade, e a vida antes e depois de ser atleta. A pesquisa concluiu que o esporte de alto rendimento contribuiu para a inclusão social de todos os entrevistados. Seus depoimentos responsabilizam o esporte como fator primordial para realização de parte de seus ideais, sugerindo esta prática em todas as instituições de ensino especial.

Texto Completo: PDF

A revista Motricidade (ISSN 1646-107X, eISSN 2182-2972) é uma publicação trimestral da Fundação Técnica e Científica do Desporto.