Avaliação da Satisfação com os Cuidados Anestésicos pela aplicação do questionário de Heidelberg numa população cirúrgica Portuguesa

Autores

  • Ana Cunha Student of 6th grade of Faculty of Medicine of Porto, Portugal
  • Joselina Barbosa MD in Public Health, Department of Education, Centro Hospitalar de São João /EPE, 4200-319 Porto, Portugal
  • Catarina Costa Resident Physician, Department of Anesthesia, Centro Hospitalar de São João//EPE, 4200-319 Porto, Portugal
  • Maria Ferreira Cathedratic Professor, Department of Education, Faculty of Medicine of Porto, Portugal
  • Joana Mourão PhD, Department of Anesthesia, Centro Hospitalar de São João /EPE, 4200-319 Porto, Portugal

DOI:

https://doi.org/10.25751/rspa.6232

Palavras-chave:

nestesia, Questionários, Satisfação do Doente

Resumo

Introdução: O nosso objetivo é aplicar o questionário “Heidelberg Peri-Anesthetic Questionnaire”, em pacientes que receberam procedimentos eletivos em Cirurgia Geral, Vascular e Plástica, e confirmar as suas qualidades psicométricas, assim como estudar as influências das suas características sociodemográficas e clínicas na satisfação.

Materiais e Métodos: Os 192 pacientes receberam o questionário de 32 itens por um membro do estudo, que não participou na equipa de anestesiologia que cuidou do paciente. Este mesmo questionário consistia em 4 dimensões (D1 – Equipa, D2- Medo/Ansiedade, D3- Solidão, D4- Desconforto). A entrega do questionário decorreu entre Julho e Outubro de 2013.

Resultados: Os resultados revelaram que todos os itens contribuíam para a consistência interna (Cronbach’s α 0.614-0.826). O nível mais alto de satisfação verificou-se na Dimensão Equipa (D1) e o mais baixo na dimensão Desconforto (D4). Após uma análise de regressão linear múltipla, o género mostrou influência no Desconforto (D4) e Medo/Ansiedade (D2), com os homens a mostrar menor medo e ansiedade e menos desconforto. Também, pacientes com menos escolaridade mostraram-se mais satisfeitos com D1 assim como pacientes com consulta pré-anestésica.

 

Discussão: Estabelecemos uma correlação entre a consulta pré-anestésica e D1, evidenciando que estes pacientes se mostraram mais satisfeitos, provavelmente, devido a melhor comunicação e relação médico-doente. Não encontrámos uma correlação estatisticamente significativa no tipo e duração da anestesia, serviço cirúrgico, risco cirúrgico e estado físico ASA.

Conclusões: Globalmente podemos determinar que os pacientes estavam satisfeitos com os seus cuidados anestésicos e este questionário poderia facilmente ser aplicado na rotina diária e fornecer um feedback da prática anestésica durante o período peri-operatório.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2014-11-25

Como Citar

Cunha, A., Barbosa, J., Costa, C., Ferreira, M., & Mourão, J. (2014). Avaliação da Satisfação com os Cuidados Anestésicos pela aplicação do questionário de Heidelberg numa população cirúrgica Portuguesa. Revista Da Sociedade Portuguesa De Anestesiologia, 23(4), 105–112. https://doi.org/10.25751/rspa.6232

Edição

Secção

Artigo Original

Artigos mais lidos do(s) mesmo(s) autor(es)