THE CENTRALITY OF THE TAX FACT AND ITS LIMITED CONSIDERATION IN THE JUDICIAL DECISIONS

Authors

  • José Casalta Nabais Universidade de Coimbra

Keywords:

Tax event; tax act; taxpayer; tax administration; retroactive taxes; nullity of tax acts.

Abstract

The main purpose of this text is to demonstrate the fundamental importance and the centrality and the influence of the taxable event in the tax law relations. After establishing that the taxable event is placed on the center of these relations from the beginning, the author states that it shapes the structure of those relations and influences, on a consistent and decisive way, their development. In order to achieve the real importance of this concept it is mandatory to distinguish between the tax event and the tax act. The tax event occurs by the action or inaction of the taxpayer's generating the statutory incidence. His legitimacy lays directly on the constitutional law. On the other hand, the tax act is generated by the administration, according to the administrative law commands. Based on the centrality of the taxable event, the author stresses the limited contemplation by the judicial decisions of that unique position in two situations: the consideration of retroactive taxes by the Portuguese Constitutional Court and the admission of nullity of tax acts by the Portuguese Supreme Administrative Court.

References

ALMEIDA, Mário Aroso de. Teoria Geral do Direito Administrativo: O Novo Regime do Código do Procedimento Administrativo, 4.ª ed., Almedina, Coimbra, 2017.

ATALIBA, Geraldo. Hipótese de Incidência Tributária, 6.ª ed., Malheiros Editores, São Paulo, 2018.

ÁVILA, Umberto. Segurança Jurídica, São Paulo, 2011;

--------------------Sistema Constitucional Tributário, São Paulo, Saraiva, 2012.

BRITO, Miguel Nogueira de. A Justificação da Propriedade Privada numa Democracia Constitucional, Almedina, Coimbra, 2008.

--------------------Propriedade Privada: entre o privilégio e a liberdade, FFMS e Relógio de Água, 2010.

BRUGGER, Winfried Brugger. Grunderechte und Verfassungsgerichtsbarkeit in den Vereinigten Staaten von America, J. C. B. Mohr, Tübingen, 1987.

BUJANDA, Fernando Sainz de. «Concepto del hecho imponible», e «Naturaleza del hecho imponible», em Hacienda y Derecho, vol. IV, Madrid, 1966.

CAETANO, Marcello. Constituições Portuguesas, 4.ª ed., Editorial Verbo, 1978.

CALCINI, Fábio Pallaretti. Princípio da Legalidade. Reserva de Lei e Densidade Normativa, Lumen Juris, Rio de Janeiro, 2016.

CANOTILHO, J. J. Gomes. Direito Constitucional e Teoria da Constituição, 6ª ed. Almedina, 1993.

COSTA; José Manuel Cardoso da. «O enquadramento constitucional do direito dos impostos em Portugal: a jurisprudência do Tribunal Constitucional», Perspectivas Constitucionais. Nos 20 Anos da Constituição de 1976, vol. II, Coimbra, 1997, p. 397

ss.

--------------------«O princípio constitucional da não retroactividade dos impostos e a jurisprudência constitucional», Cadernos de Justiça Tributária, 25, Junho-Setembro 2019, p. 3 e ss.

DERZI, Misabel Abreu Machado. Direito Tributário, Direito Penal e Tipo, Ed. Revista dos Tribunais, São Paulo, 1988.

DOURADO, Ana Paula. O Princípio da Legalidade Fiscal. Tipicidade, Conceitos Jurídicos Indeterminados e Margem de Livre Apreciação, Almedina, Coimbra, 2007.

FALSITTA, Gaspare. «Il Principio della capacità contributiva nel suo svolgimento storico fino all’Assemblea Costituente», e «Storia verídica in base ai “Lavori Preparatori” della inclusione del principio di capacità contributiva», em Idem, Il Principio

della Capacità Contributiva nel suo Svolgimento Storico prima e dopo la Constituzione Republicana, Giuffré Editore, 2014.

GODOI, Marciano Seabra de. «O que está em jogo com a afirmação de que o pagamento de tributos é um dever fundamental?», em Marciano Seabra de Godoi & Sergio André Rocha (Orgs.), O Dever Fundamental de Pagar Impostos. O que realmente significa e como vem influenciando nossa jurisprudência?», Editora D’Plácido, Belo Horizonte, 2017.

JARACH, Dino. Il Fatto Imponibile: Teoria Generale di Diritto Tributário Sostanziale, CEDAM, Padova, 1981.

JUSTEN FILHO, Marçal. «Sistema constitucional tributário. Uma aproximação ideológica», Revista da Faculdade de Direito da UFPR, n.º 30, 1998, p. 215 e ss.

MARCOS, António. O Direito dos Contribuintes à Segurança Jurídica, Universidade Fernando Pessoa, Porto, 1997.

MURPHY, Liam Murphy / NAGEL, Thomas. The Myth of Ownership, Oxford University Press, USA, 2002.

NABAIS, José Casalta. O Dever Fundamental de Pagar Impostos. Contributo para a Compreensão Constitucional do Estado Fiscal Contemporâneo, Almedina, Coimbra, 1998.

-------------------------------Direito Fiscal, 11.ª edição, Almedina, Coimbra, 2019

-------------------------------«Do lugar dos deveres fundamentais na Constituição», Revista de Legislação e de Jurisprudência, ano 138, 2018/9, 358 e s.,

-------------------------------«Um direito fundamental a não pagar impostos?», Direitos Fundamentais dos Contribuintes – Homenagem ao Jurista Gilmar Ferreira Mendes, Almedina, São Paulo, 2021, p. 233 e ss.

-------------------------------«Algumas questões a respeito da repercussão no Brasil do livro O Dever Fundamental de Pagar Impostos», Boletim da Faculdade de Direito de Coimbra, vol. XCIV, Tomo I, 2018, 651 e ss. (p. 659 e s.).

------------------------------«Notas a respeito das leis interpretativas e impostos retroactivos», In: Estudos em Homenagem ao Conselheiro Presidente Joaquim de Sousa Ribeiro / comissão organizadora Tribunal Constitucional, Coimbra, Almedina,

- p. 633-657.

-------------------------------«A respeito da invalidade do acto tributário», Revista de Legislação e de Jurisprudência, ano 148, 2018/19, p. 84 e ss.

-------------------------------«Sobre a privatização da justiça tributária», Boletim da Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra, Volume XCVII, Tomo I, 2021.

ORTH, John V. Due Process f Law. A Brief History, UP of Kansas, 2003.

POGGI, Anna Maria. I Diritti delle Persone: lo Stado Sociale come Republica dei Diritti e dei Doveri, Mandadori Education, Milano, 2014.

RIBEIRO, Maria de Fátima / VITA, Jonathan Barros (Org.), Segurança Jurídica. Novos Paradigmas das Relações Empresariais e Económicas, A&C, 2014.

ROCHA, Sérgio André. «O dever fundamental de pagar impostos. Direito fundamental a uma tributação justa», em Marciano Seabra de Godoi & Sergio André Rocha (Orgs.), O Dever Fundamental de Pagar Impostos. O que realmente significa e como vem influenciando nossa jurisprudência?», Editora D’Plácido, Belo Horizonte, 2017.

SESMA SANCHEZ, Begoña. La Nulidad de las Liquidaciones Tributárias, Aranzadi, Pamplona, 2017.

TIPKE, Klaus, «Von formalen zur materialen Tatbstandslehre», Steuer und Wirtschaft, Jahr 70, n.º 2 (1993), p. 105 e ss.

TORRES, Heleno Taveira. Direito Constitucional e Segurança Jurídica, São Paulo, 2011.

TORRES, Ricardo Lobo. «O princípio da tipicidade no direito tributário», Revista de Direito Administrativo, n.º 235, Janeiro – Março de 2004, p. 193 e ss.

TUSHNET, Mark. Weak Courts, Strong Rights: Judicial Review and Social Welfare Rights in Comparative Constitutional Law, Princeton University Press, 2009.

XAVIER, Alberto. Conceito e Natureza do Acto Tributário, Almedina, Coimbra, 1972.

------------------------Manual de Direito Fiscal, Lisboa, 1974.

Published

2022-02-12

How to Cite

Casalta Nabais, J. (2022). THE CENTRALITY OF THE TAX FACT AND ITS LIMITED CONSIDERATION IN THE JUDICIAL DECISIONS. Revista Jurídica Portucalense, 72–98. Retrieved from https://revistas.rcaap.pt/juridica/article/view/25817

Issue

Section

Scientific Research