O teletrabalho: uma análise comparativa do regime jurídico-laboral português e espanhol

Autores

Palavras-chave:

Teletrabalho, acordo-quadro europeu, direito português, direito espanhol

Resumo

O principal objetivo deste artigo é analisar e comparar a atual legislação portuguesa sobre o regime de teletrabalho, contida na Lei 83/2021, de 6 de dezembro, que veio alterar o Código do Trabalho, e a atual legislação espanhola, contida na Lei 10/2021, de 9 de julho.

Estas legislações foram impulsionadas pela pandemia da COVID-19 e pela subsequente crise económica, bem como pela necessidade de utilizar o teletrabalho para conter a contaminação.

Ambos os sistemas jurídicos beneficiam do mesmo enquadramento comunitário e foram influenciados pelo Acordo-Quadro Europeu sobre o Teletrabalho de 2002.

No entanto, as leis portuguesas e espanholas escolheram estratégias diferentes na abordagem ao regime do teletrabalho, o que teve repercussões na sua redação legal.

Assim, no caso espanhol, foi dada prioridade à negociação coletiva, enquanto no caso português foi o próprio legislador que delimitou os direitos do trabalhador tanto quanto possível. Cada uma dessas abordagens tem aspetos positivos, mas também apresentam pontos que poderão ser melhorados, e que vamos analisar.

Quer o regime português, quer o espanhol, podem beneficiar se replicarem algumas das opções normativas do outro regime e, portanto, nas conclusões, deixo algumas propostas nesse sentido.

Referências

CAÑADAS SÁNCHEZ, Francisco Javier. Teletrabajo: Revisión teórica y análisis jurídico-laboral. Miguel Ángel Almendros González (dir.), Tese de Doutoramento, Universidade de Granada, Espanha, 2017. Disponível em: http://hdl.handle.net/10481/48771

CASTELO BRANCO, Inês. O regime do teletrabalho. As novas regras e algumas interrogações [em linha]. RBMS. 16 dezembro de 2021. [consultado 29-01-2022]. Disponível em: https://www.rbms.pt/noticias/teletrabalho-o-que-muda-a-partir-do-dia-1-de-janeiro-de-2022/

CATAÑO RAMÍREZ, Sara Liliana e GÓMEZ RÚA, Natalia Eugenia. El concepto de teletrabajo: aspectos para la seguridad y salud en el empleo. Revista CES Salud Pública, janeiro - junho 2014, vol. 5 nº.1

CHUG, Abhinav. What is “The Great Resignation”? An expert explains. World Economic Forum [em linha]. 29 novembro de 2021 [consultado 29-01-2022]. Disponível em: https://www.weforum.org/agenda/2021/11/what-is-the-great-resignation-and-what-can-we-learn-from-it/

FANDOS, José Luis et al. El teletrabajo. Acciones e investigaciones sociales, n.º 8, 1998. ISSN 1132-192X.

FERNANDES, Tiago Oliveira. O Teletrabalho e a Lei n.º 83/2021, de 6 de Dezembro (breves considerações) [em linha]. 7 dezembro de 2021. [consultado 29-01-2022]. Disponível em: https://www.tofadvogados.com/post/o-teletrabalho-e-a-lei-n-%C2%BA-83-2021-de-6-de-dezembro-breves-considera%C3%A7%C3%B5es

FUNDACIÓN MÁSFAMILIA. El libro blanco del teletrabajo en España [em linha]. 2012. Disponível em: https://ajuntament.barcelona.cat/tempsicures/sites/default/files/libroblancoteletrabajoespana.pdf

GUNASEKARA, Vindya e NISHANTHI, H.M. Telecommuting a challenge or a blessing for people management? [em linha]. 2021, [consultado 29-01-2022]. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/351249363_TELECOMMUTING_A_CHALLENGE_OR_A_BLESSING_FOR_PEOPLE_MANAGEMENT

HEREDIA RUIZ, Ignasi Beltran de. El teletrabajo en sector privado – ámbito de aplicación (Art 1 Ley 10/2021) [em linha]. 22 julho 2021. [consultado 29-01-2022]. Disponível em: https://ignasibeltran.com/teletrabajo/#281

MINISTÉRIO DO TRABALHO, SOLIDARIEDADE E SEGURANÇA SOCIAL. Livro verde sobre o futuro do trabalho [em linha]. Junho de 2021 [consulta a 29-02-2022]. Disponível em: https://www.portugal.gov.pt/pt/gc22/comunicacao/documento?i=livro-verde-sobre-o-futuro-do-trabalho

MOREIRA, Teresa. Direito do Trabalho na Era Digital. Coimbra: Almedina, 2021. ISBN 978-972-40—9775-6.

OIT. Teletrabalho durante e após a pandemia da COVID-19 – Guia prático, Genebra: Bureau Internacional do Trabalho, julho de 2020. ISBN 978-972-704-443-6.

POQUET CATALA, Raquel. Reflexión en torno al encuadramiento jurídico de las personas repartidoras de plataformas digitales. Lan Harremanak – Revista de Relaciones Laborales, Edición In Press argitalpena, 2021, nº 45. ISSN: 1575-7048 / e-ISSN: 2444-5819.

REDINHA, Maria Regina Gomes. Teletrabalho - Anotação aos artigos 233º a 243º do Código do Trabalho de 2003 [em linha], Faculdade de Direito da Universidade do Porto, [consulta a 29-01-2022]. Disponível em: http://www.cije.up.pt/download-file/216

SALA FRANCO, Tomás (coord.). El teletrabajo. España: Tirant lo Blanch. ISBN 978-84-1378-128-0

SANTOS GIL, Susana Isabel Pinto Ferreira dos. As perspetivas civis do contrato de trabalho – o teletrabalho subordinado: seu estudo nos ordenamentos jurídicos português e espanhol. Domingo Bello Janeiro (dir.) Tese de Doutoramento, Universidade da Corunha, Espanha, 2015. Disponível em: https://ruc.udc.es/dspace/handle/2183/15003

SCHIFF, Frank. Working from home can save gasoline [em linha]. Washington Post. 2 setembro de 1979. [consultado 29-01-2022]. Disponível em: https://www.washingtonpost.com/archive/opinions/1979/09/02/working-at-home-can-save-gasoline/ffa475c7-d1a8-476e-8411-8cb53f1f3470/

TEIXEIRA, Adriana Paula Domingues. O teletrabalho como nova forma de organização do trabalho: de um fato atípico ao novo normal. João Carlos Conceição Leal Amado (dir.) Tese de mestrado. Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra, 2021. Disponível em: http://hdl.handle.net/10316/95856

TODOLÍ SIGNES, Adrían. La frontera entre el trabajo autónomo y subordinado. In: SALA FRANCO, Tomás. El teletrabajo. España: Tirant lo Blanch., 2020. ISBN 978-84-1378-128-0.

WELZ, Christian e WOLF, Felix. Telework in the European Union [em linha]. European Foundation for the Improvement of Living and Working Conditions. Ireland, 2010. [consultado 29-01-2022]. Disponível em: https://www.eurofound.europa.eu/publications/report/2010/telework-in-the-european-union

Downloads

Publicado

2022-10-06

Como Citar

OURO, M. (2022). O teletrabalho: uma análise comparativa do regime jurídico-laboral português e espanhol. Revista Jurídica Portucalense, 197–217. Obtido de https://revistas.rcaap.pt/juridica/article/view/26415

Edição

Secção

Investigação Científica