Prolegómenos sobre o processo de transformação capitalista da actividade educativa nos níveis básico e secundário de escolaridade

  • Leopoldo Mesquita Universidade do Porto, Portugal

Resumo

Pretende-se neste texto apresentar os fundamentos do que se considera ser um novo campo de investigação educativa, cujo objecto é a transformação capitalista (ou capitalização) da actividade educativa nos níveis básico e secundário de escolaridade, aqui considerada como sendo a tendência
actualmente dominante nas políticas educativas a nível global. Argumenta-se que uma tal mudança educativa configura um processo clássico de transição capitalista cujo ponto nodal reside na transformação do trabalho escolar. Sob o lema da "melhoria contínua" dos resultados escolares, pretende-se que a produtividade do trabalho do professor seja aferida pela produtividade do trabalho do aluno. Impõe-se neste contexto um estudo detalhado das formas de valorização dos capitais investidos na indústria educativa. Decorrendo sobretudo no interior dos sistemas públicos de educação, a presente mudança
educativa envolve mudanças profundas nas estruturas estatais e nas relações de produção educativa, para a análise das quais se utilizam os conceitos operativos de Estado capitalizador e de formas pró-capitalistas de mercado.

Palavras-chave
Capitalização dos sistemas educativos; Trabalho escolar; Estado capitalizador da actividade educativa

Downloads

Dados de Download não estão ainda disponíveis.
Como Citar
Mesquita, L. (1). Prolegómenos sobre o processo de transformação capitalista da actividade educativa nos níveis básico e secundário de escolaridade. Revista Portuguesa De Educação, 24(2), 07-31. https://doi.org/10.21814/rpe.3027
Secção
Artigos