Imbricações entre aprendizagem de Física e masculinidades numa educação em crise

  • Josimeire Meneses Julio Universidade Federal de São Carlos, Brasil
  • Arnaldo de Moura Vaz Universidade Federal de Minas Gerais, Brasil

Resumo

No contexto da chamada crise na educação masculina, procura-se caracterizar aspectos latentes de masculinidades que trazem implicações para a aprendizagem individual e coletiva no ensino secundário. A metodologia teve inspiração etnográfica: aulas de Física de uma turma de primeira série foram acompanhadas ao longo de um ano. Foi realizada microanálise de uma unidade temática, com foco nas interações predominantes entre rapazes. Apresentam-se três aulas em detalhe – gravadas em áudio e em vídeo. Algumas manifestações de masculinidade predominaram entre rapazes em situações desafiadoras, de competição, e outras, em que regras devem ser observadas. Os resultados indicam em que
circunstâncias há possibilidade dessas manifestações das masculinidades comprometerem o desenvolvimento das atividades em sala de aula e o funcionamento de grupos de aprendizagem.

Palavras-chave
Representações de masculinidade; Ensino de Física; Atividade investigativa

Downloads

Dados de Download não estão ainda disponíveis.
Como Citar
Julio, J., & Vaz, A. (1). Imbricações entre aprendizagem de Física e masculinidades numa educação em crise. Revista Portuguesa De Educação, 24(2), 183-210. https://doi.org/10.21814/rpe.3034
Secção
Artigos