A cultura democrática na gestão da escola pública: um estudo da análise do discurso dos conselheiros escolares

  • Luciana Rosa Marques Universidade Federal de Pernambuco, Brasil

Resumo

Este trabalho discute a formação de uma cultura democrática escolar a partir da análise do discurso dos membros do Conselho Escolar de três escolas públicas pernambucanas. Adota o conceito de cultura proposto por Hall (1997), que se articula ao conceito de discurso. Utiliza os referenciais das novas teorias do discurso, de corte ʻlaclaunianoʼ, para análise dos dados empíricos. Considera, ainda, que a gestão democrática não é instituída por leis ou normatizações, mas tem um caráter instituinte, podendo ser construída de diferentes formas em cada escola. Trata o discurso como prática social, que tanto pode manter como transformar as relações sociais. A análise dos dados empíricos revelou que as práticas discursivas constroem significados à gestão de cada escola, que são constitutivas de sua cultura. Verificou-se, ainda, que a gestão escolar vem se estruturando a partir de práticas democráticas que podem contribuir, também, no processo de democratização da sociedade.

Palavras-chave
Gestão Escolar; Democracia; Cultura; Conselho Escolar

Downloads

Dados de Download não estão ainda disponíveis.
Como Citar
Marques, L. R. (1). A cultura democrática na gestão da escola pública: um estudo da análise do discurso dos conselheiros escolares. Revista Portuguesa De Educação, 24(1), 073-093. https://doi.org/10.21814/rpe.3041
Secção
Artigos