Reflexões a respeito de uma experiência de participação infantil no Brasil envolvendo os espaços urbanos e a perspectiva das crianças

  • Fabiana de Oliveira Universidade Federal de Alfenas (UNIFAL-MG)

Resumo

O presente artigo tem como objetivo refletir acerca da participação infantil a partir das ações desenvolvidas por uma organização não governamental brasileira. A pesquisa desenvolvida se caracteriza como qualitativa por meio da realização de um estudo bibliográfico e documental, com a consequente análise de conteúdo. Entende-se que, por meio dos Estudos da Criança, especialmente a partir das contribuições da Sociologia da Infância, será possível pensar em formas de atuação da criança na sociedade com base na compreensão dessa enquanto ator social, sujeito de direitos e com voz. A experiência brasileira que trouxemos nos aponta caminhos importantes na consideração da participação infantil nos espaços públicos, especificamente no espaço urbano das cidades. Os projetos desenvolvidos envolvendo as crianças e seus contextos de vida contribuem para a consideração dessas como cidadãs ativas e competentes e nos mostram que as mesmas estão bastante atentas ao espaço que as rodeia.


Palavras-chave: Participação infantil; Direitos; Criança;Infância

 

ABSTRACT

The aim of the current study is to address child participation according to actions taken by a Brazilian non-governmental organization. The developed research is featured as qualitative due to the conduction of a bibliographic and documental study and to the consequent content analysis. It is known that studies focused on child participation, as well as the contributions from the Childhood Sociology, allow thinking about the way children act in society by understanding them as social actors, as subjects with rights and voice. The Brazilian experience we brought to the current study shows important paths about children's participation in public areas, mainly in urban areas. Projects about children and their life contexts give children the status of active and competent citizens, and show them as very attentive to the space around them.


Keywords:
Child participation; Rights; Child; Childhood

 

Downloads

Dados de Download não estão ainda disponíveis.

Biografia do Autor

Fabiana de Oliveira, Universidade Federal de Alfenas (UNIFAL-MG)
É Pedagoga, possui Mestrado e Doutorado em Educação pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) com estágio de doutoramento em Sociologia da Infância pela Universidade do Minho (UM/Portugal). É docente da Universidade Federal de Alfenas (UNIFAL-MG) e está vinculada ao Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE). É líder do Grupo de Pesquisa "Contextos Educacionais e Produção do Conhecimento".

Referências

Ackermann, L., Feeny, T., Hart, J., & Newman, J. (2003). Understanding and evaluating children’s participation: A review of contemporary literature. UK: Plan International. Alfageme, E., Cantos, R., & Martínez, M. (2003). De la participación al protagonismo infantil: Propuestas para la acción. Madrid: Plataforma de Organizaciones de Infancia. Centro de Criação de Imagem Popular (2013a). Guia metodológico: "Vamos ouvir as crianças: Caderno de metodologias participativas". Rio de Janeiro: CECIP. Disponível em: www.cecip.org.br (acessado em 8 de agosto de 2015).

Centro de Criação de Imagem Popular (2013b). Plano municipal pela primeira infância. Rio de Janeiro: CECIP. Disponível em: www.cecip.org.br (acessado em 8 de agosto de 2015).

Centro de Criação de Imagem Popular (2013c). Relatório parceira CET-Rio: Trânsito seguro com participação das crianças pequenas. Rio de Janeiro: CECIP. Disponível em: www.cecip.org.br (acessado em 8 de agosto de 2015). Godoy, A. S. (1995). Pesquisa qualitativa: Tipos fundamentais. RAE - Revista de Administração de Empresas, 35(3), 20-29.

Hart, R. A. (1992). Children’s participation: From tokenism to citizenship. Italy: Unicef International Child Development Centre Spedale degli Innocenti.

James, A. (2007). Giving voice to children´s voices: Practices and problems, pitfalls and potentials. American Anthropologist, 19(2), 261-272.

James, A., & Prout, A. (Orgs.). (1990). Constructing and reconstructing childhood: Contemporary issues in the sociological study of childhood. Londres: The Falmer Press. Lansdown, G. (2001). Promoting children’s participation in democratic decision-making. Italy: Arti Grafiche Ticci. Malaguzzi, L. (1998). History, ideas and basic philosophy. In L. G. Edwards & G. Forman (Orgs), The hundred languages of children: The Reggio Emilia approach. (2nd ed.) (pp. 49-97). Greenwich: Ablex.

Mollo-Bouvier, S. (2005). Transformação dos modos de socialização das crianças: Uma abordagem sociológica. Educação & Sociedade, 91(26), 391-404.

Montandon, C. (2001). Sociologia da infância: Balanços dos trabalhos de língua inglesa. Cadernos de Pesquisa, 112, 33-60.

Müller, F., & Salgado, M. M. (2015). A participação das crianças nos estudos da infância e as possibilidades da etnografia sensorial. Currículo sem Fronteiras, 15(1), 107-126.

Plaisance, E. (2004). Para uma sociologia da pequena infância. Educação & Sociedade, 25(86), 221-241.

Reddy, N. & Ratna, R. (2002). A journey in children's participation. India: Concerned for working children. Retirado de: http://www.pronats.de/assets/upload/reddy-ratnaa-journey-in-children-participation.pdf

Rizzini, I., & Tisdall, K. (2012). Introdução: A importância do debate internacional e interdisciplinar sobre participação infantil e juvenil. O Social em Questão, Ano XV, nº 27, 15-20.

Sarmento, M. J. (2005). Gerações e alteridade: Interrogações a partir da sociologia da infância. Revista Educação & Sociedade, 26(91), 361-378.

Sarmento, M. J., & Pinto, M. (1997). As crianças e a infância: Definindo conceitos delimitando o campo. In M. J. Sarmento & M. Pinto (Orgs.), As crianças: Contextos e identidades (pp. 9-30). Braga: Instituto de Estudos da Criança da Universidade do Minho.

Sarmento, M. J., Fernandes, N., & Tomás, C. (2007). Políticas públicas e participação infantil. Educação, Sociedade & Culturas, 25, 183-206.

Sirota, R. (2001). Emergência de uma sociologia da infância: Evolução do objeto e do olhar. Cadernos de Pesquisa, 112, 7-31.

Suriel, A. (2006). Derecho a la participación de los niños, niñas y adolescentes: Guía práctica para su aplicación. Santo Domingo/República Dominicana: UNICEF.

Taylor, M., & Percy-Smith, B. (2008). Children’s participation: Learning from and for community development. International Journal of Children’s Rights, 16, 379394.

Tisdall, E. K. M. (2013). The transformation of participation? Exploring the potential of ‘transformative participation’ for theory and practice around children and young people’s participation. Global Studies of Children, 3(2), 183-193.

Tomás, C. (2007). "Participação não tem idade": Participação das crianças e cidadania da infância. Contexto & Educação, ano 22, no 78, 45-68.

Wyness, M. (2006). Childhood and society: An introduction to the sociology of childhood. London: Palgrave Macmillan.

P

Publicado
2017-05-19
Como Citar
Oliveira, F. (2017). Reflexões a respeito de uma experiência de participação infantil no Brasil envolvendo os espaços urbanos e a perspectiva das crianças. Revista Portuguesa De Educação, 30(1), 157-179. https://doi.org/10.21814/rpe.8688
Secção
Artigos