Os municípios e a expansão do ensino liceal no Estado Novo

  • Fernanda Maria Veiga Gomes Instituto de Educação, Universidade de Lisboa
Palavras-chave: Municípios, Ensino liceal, Estado Novo, Expansão.

Resumo

O artigo que em seguida se apresenta tem por objetivos: mostrar a importância dos liceus na expansão do sistema educativo durante o período do Estado Novo (de 1932 a 1974), e analisar, através de diferentes testemunhos escritos, a memória e a opinião sobre os Liceus, focando-se estes registos na análise das relações existentes entre estes estabelecimentos e os Municípios em que se inserem. A pesquisa realizada insere-se no âmbito do Projeto Atlas-Repertório dos Municípios na Educação e na Cultura em Portugal que tem como finalidade reconstituir e dar a conhecer, através do suporte cartográfico e estatístico, a ação dos Municípios tanto no campo da educação como no da cultura, em Portugal, no extenso período cronológico, delimitado pela Revolução Liberal (1820) e a aprovação da Lei de Bases do Sistema Educativo (1986). No período do Estado Novo, a expansão do ensino liceal foi controlada por uma política educativa que limitava o acesso a este nível de ensino. Contudo, os municípios exerceram um papel fundamental na resposta aos problemas educativos e culturais locais, através de pressões que exerciam sobre o poder central, bem como a imprensa regional e local que foi sempre uma aliada na defesa dos interesses das populações.
Publicado
2014-05-20