Os municípios e a formação profissional

  • Daniel A. Melo Rosa UIDEF – Unidade de Investigação e Desenvolvimento em Educação e Formação do Instituto de Educação da Universidade de Lisboa
Palavras-chave: Escolas do Ensino Técnico Profissional, Formação Profissional, Municípios.

Resumo

Os estabelecimentos de ensino e formação profissional não deixaram de ser pensados como geradores do desenvolvimento local. As escolas de desenho industrial ao serem equipadas com oficinas passaram a oferecer uma formação mais profissionalizante. O ensino e a laboração nessas oficinas escolares passaram a assemelhar-se ao praticado nas oficinas industriais, ao tempo das corporações de ofícios.

As necessidades de desenvolvimento dos sistemas económicos locais e os conteúdos a transmitir aos alunos vieram, de certa forma, desafiar as forças vivas locais (cívicas, económicas e sociais) à participação na promoção e desenvolvimento do ensino técnico profissional. Os municípios aperceberam-se da possibilidade de influenciarem o poder central para a instalação, na sua região, de uma escola deste tipo de ensino. A Câmara Municipal do Barreiro foi a primeira e a que maior sucesso teve nessa iniciativa.

O municipalismo desempenhou um papel de grande importância na localização de muitas das escolas técnicas profissionais, foram elementos influentes na escolha e localização de escolas em localidades que delas careciam e onde a sua necessidade, desde sempre, se fazia sentir.

 

Publicado
2014-05-20