As atitudes dos professores do primeiro ciclo do ensino básico face à educação inclusiva de alunos com necessidades educativas especiais

  • Catarina Sampaio Instituto Superior de Psicologia Aplicada
  • José Morgado Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Palavras-chave: Atitudes, Educação inclusiva, Formação em educação especial.

Resumo

O presente trabalho apresentou como objetivo analisar as atitudes de 79 professores Portugueses do Primeiro Ciclo do Ensino Básico (E.B.) face à inclusão de alunos com necessidades educativas especiais (NEE) em função das variáveis “género”, “formação em Educação Especial”, “frequência em ações de formação sobre Educação Especial”, “tempo de serviço” e “experiência atual de ensino de alunos com NEE”. Os dados foram obtidos através da aplicação de um instrumento de avaliação que foi adaptado para a população portuguesa, a escala ATIES- “Attitudes Toward Inclusive Education Scale”. Os resultados demonstraram que as atitudes dos professores com formação em Educação Especial e que frequentaram ações de formação relacionadas com Educação Especial foram significativamente mais favoráveis face à inclusão de alunos com NEE nas salas de aula de ensino regular do que as atitudes dos professores que não apresentaram qualquer formação nesta área. Não foram encontradas diferenças estatisticamente significativas nas atitudes dos grupos de professores em função das restantes variáveis. De um modo geral, a amostra de professores do nosso trabalho evidenciou atitudes favoráveis face à inclusão de alunos com NEE nas salas de aula de ensino regular. Este trabalho veio salientar a importância da formação em Educação Especial para o desenvolvimento de atitudes positivas relativamente à inclusão de alunos com NEE.

Publicado
2015-04-05