Respostas hormonais da testosterona e do cortisol em contexto competitivo: uma revisão sistemática

  • Natalina Casanova Instituto Politécnico da Guarda, Escola Superior de Educação, Comunicação e Desporto Unidade de Investigação para o Desenvolvimento do Interior
  • Ana Palmeira-de-Oliveira Universidade da Beira Interior, Faculdade de Ciências da Saúde, Covilhã, Portugal Centro de Investigação em Ciências da Saúde (CICS), Covilhã, Portugal
  • Vítor Machado Reis Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, Departamento de Ciências do Desporto, Exercício e Saúde, Vila Real, Portugal Centro de Investigação em Desporto, Saúde e Desenvolvimento Humano (CIDESD), Vila Real, Portugal
  • Nuno Cameira Serra
  • Aldo M. Costa Universidade da Beira Interior, Departamento de Ciências do Desporto, Covilhã, Portugal Centro de Investigação em Desporto, Saúde e Desenvolvimento Humano (CIDESD), Vila Real, Portugal Centro de Investigação em Ciências da Saúde (CICS), Covilhã, Portugal

Abstract

Nesta revisão foram analisados os estudos que apresentam resultados da resposta das hormonas consideradas de stresse, o cortisol e a testosterona, claramente associadas a um comportamento psicobiológico relacionado com a competição desportiva. Após uma pesquisa efetuada nas bases de dados ScienceDirect e Medline/Pubmed, foram selecionados sobre esta temática os estudos mais recentes realizados (>2002). A maioria dos estudos recorre a amostras reduzidas e maioritariamente sobre o sexo masculino. O efeito antecipatório à competição, caracterizado por um aumento da ansiedade, geralmente determina um aumento da concentração de ambas as hormonas, em especial um aumento da concentração de cortisol. Estas alterações na resposta hormonal surgem igualmente associadas ao resultado da competição, com concentrações de testosterona mais elevada nos vitoriosos do que nos perdedores, juntamente com estados psicológicos positivos associados à vitória e negativos associados à derrota. O sexo e o nível desportivo do atleta são igualmente considerados fatores diferenciadores do comportamento hormonal em contexto competitivo. Estudos futuros deverão esclarecer os efeitos a longo prazo nessa resposta hormonal em atletas de elite, considerando o treino intenso prévio e a participação regular em competições de elevado nível. Fica também por aprofundar o efeito que determinada resposta hormonal terá no desempenho desportivo sobretudo quando considerada ao longo de um determinado evento competitivo ou torneio.

Published
2016-03-10
Section
Review Article