Aprendizagens profissionais de professores sobre o ensino de estatística suscitadas por reflexões na análise de um caso multimídia

Autores

Palavras-chave:

Educação Estatística, formação continuada de professores, capacidade de noticing dos professores

Resumo

Este estudo busca compreender as aprendizagens profissionais de professores acerca do ensino de Estatística, evidenciadas nas reflexões elicitadas na análise de um caso multimídia assente em uma prática de ensino exploratório envolvendo o conceito de média. Os seis professores participantes de um programa de formação, em foco neste artigo, analisaram episódios do referido caso focalizados em: (i) manifestação pelos alunos de componentes do pensamento estatístico e (ii) ações do professor na promoção do pensamento estatístico dos alunos. O quadro teórico que orienta a análise interpretativa dos dados produzidos, principalmente por observação participante, combina a noção de noticing e três níveis de reflexão sobre a prática: descritiva, fundamentada e crítica. Os resultados revelam mudanças na natureza e incidência das reflexões dos professores sobre: conceitos estatísticos e a natureza do conhecimento estatístico; modos de encaminhar uma aula de estatística; e a plausibilidade da efetivação de práticas semelhantes em seus contextos de trabalho. A natureza das interações e dos episódios, as questões orientadoras do caso, a dimensão cooperativa da exploração e o planejamento intencional emergem como aspectos centrais do dispositivo de formação favorecedores dessas mudanças. Conclui-se, assim, que contextos de formação com tais características podem contribuir para a aprendizagem profissional do professor no campo da Educação Estatística, na medida que promovem a sua capacidade de noticing orientada para os temas propostos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografias Autor

Everton Estevam, Universidade Estadual do Paraná - UNESPAR

Doutor em Ensino de Ciências e Educação Matemática pela Universidade Estadual de Londrina - UEL, Brasil. Docente do Programa de Pós-Graduação em Educação Matemática da Universidade Estadual do Paraná - UNESPAR.

Márcia Cyrino, Universidade Estadual de Londrina

Doutora em Educação pela Universidade de São Paulo - USP, Brasil. Docente do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Educação Matemática da Universidade Estadual de Londrina - UEL e do Programa de Pós-Graduação em Educação Matemática da Universidade Estadual do Paraná - UNESPAR. Bolsista produtividade do CNPq.

Hélia Oliveira, Universidade de Lisboa

Doutora em Didática da Matemática pela Universidade de Lisboa e docente do Instituto de Educação da Universidade de Lisboa.

Referências

Batanero, C. (2000). Significado y comprensión de las medidas de posición central. UNO, 25, 41-58.
Brophy, J. (2007). Discussion. In J. Brophy (Ed.), Using video in Teacher Education (pp.207–304). Bingley, UK: Emerald Group Publishing Limited.
Canavarro, A. P. (2011). Ensino exploratório da Matemática: Práticas e desafios. Educação e Matemática, 115, 11-17.
Chapman, O., & Heater, B. (2010). Understanding change through a high school mathematics teacher’s journey to inquiry-based teaching. Journal of Mathematics Teacher Education, 13(6), 445-458.
Cyrino, M.C.C.T., & Oliveira, H. M. (2016). Ensino exploratório e casos multimídia na formação de professores que ensinam matemática. In M. C. C. T. Cyrino (Ed.), Recurso multimídia para a formação de professores que ensinam matemática: elaboração e perspetivas (pp. 19-32). Londrina, Brasil: EDUEL.
Day, C. (1999). Developing Teachers: the challenge of lifelong learning. London: Falmer Press.
Dreher, A., & Kuntze, S. (2015). Teachers’ professional knowledge and noticing: The case of multiple representations in the mathematics classroom. Educational Studies in Mathematics, 88, 89-114.
Estevam, E. J. G., Cyrino, M. C. C. T., & Oliveira, H. M. (2015). Medidas de tendência central e o ensino exploratório de Estatística. Perspectivas da Educação Matemática, 8(17), 166-191.
Estevam, E. J. G., Cyrino, M. C. C. T., & Oliveira, H. M. (2017). Análise de vídeos de aula na promoção de reflexões sobre o ensino exploratório de Estatística em uma comunidade de professores. Quadrante, 26(1), 145-169.
Gallagher, C. (2019). The use of a multimedia case to prepare classroom teachers of emergent bilinguals. Teaching and Teacher Education, 84, 17-29.
Geerts,W. M., Steenbeek, H. W., & van Geert, P. L. C. (2018). Effect of video-cases on the acquisition of situated knowledge of teachers. International Education Studies, 11(1), 64-80.
Geiger, V., Muir, T., & Lamb, J. (2016). Video-stimulated recall as a catalyst for teacher professional learning. Journal of Mathematics Teacher Education, 19(5), 457-475.
Grant, T. J., & Kline, K. (2010). The impact of video-based lesson analysis on teachers’ thinking and practice. Teacher Development, 14(1), 69–83.
Groth, R. E., & Xu, S. (2011). Preparing teachers through case analyses. In C. Batanero, G. Burrill, & C. Reading (Eds.), Teaching Statistics in School Mathematics - Challenges for Teaching and Teacher Education: A Joint ICMI/IASE Study (pp. 371-382). London: Springer.
Hatch, T., & Grossman, P. (2009). Learning to look beyond the boundaries of representation: Using technology to examine teaching. Journal of Teacher Education, 60(1). 70-85.
Jacobs, V. R., Lamb, L. L., Philipp (2010). Professional noticing of children’s mathematical thinking. Journal for Research in Mathematics Education, 41(2), 169-202.
Krainer, K. (2003). Teams, communities & networks. Journal of Mathematics Teacher Education, 6(2), 93-105.
Lopes, C. E. (2008). O ensino da estatística e da probabilidade na educação básica e a formação dos professores. Cadernos Cedes, 28(74), 57-73.
McDonald, M., Kazemi, E., & Kavanagh, S. (2013). Core practices and teacher education pedagogies: A call for a common language and collective activity. Journal of Teacher Education, 64, 378–386.
Menezes, L., Oliveira, H., & Canavarro, A. P. (2015). Inquiry-based teaching: The case of Célia. In U. Gellert, J. Gimenez Rodrigues, C. Hahn, & S. Kafoussi (Eds.), Educational paths to Mathematics (pp. 305-321). Cham, Switzerland: Springer International Publishing. DOI 10.1007/978-3-319-15410-7_20
Muir, T. & Beswick, K. (2007). Stimulating reflection on practice: Using the supportive classroom reflection process. Mathematics Teacher Education and Development, 8, 74–93.
Oliveira, H., & Cyrino, M. (2013). Developing knowledge of inquiry-based teaching by analysing a multimedia case: one study with prospective mathematics teachers. SISYPHUS – Journal of Education, 1(3), 214-245.
Pfannkuch, M., & Ben-Zvi, D. (2011). Developing teachers statistical thinking. In C. Batanero, G. Burrill, & C. Reading (Eds.), Teaching statistics in school mathematics-challenges for teaching and teacher education (A Joint ICMI/IASE Study, The 18th ICMI Study) (pp. 323-333). Springer.
Sherin, M. G., Jacobs, V. R., & Philipp, R. A. (2011). Situating the study of teacher noticing. In M. G. Sherin, V. R. Jacobs, & R. A. Philipp (Ed.), Mathematics teachers noticing: Seeing through teachers’ eyes (pp. 3-13). New York, NY: Routledge.
Stein, M. K., Engle, R. A., Smith, M. S., & Hughes, E. K. (2008). Orchestrating productive mathematical discussions: Five practices for helping teachers move beyond show and tell. Mathematical Thinking and Learning, 10(4), 313-340.
van Es, E., Cashen, M., Barnhart, T., & Auger, A. (2017). Learning to notice mathematics instruction: Using video to develop preservice teachers’ vision of ambitious pedagogy. Cognition and Instruction, 35(3), 165-187.
van Es, E., Tunney, J., Goldsmith, L. T., & Seago, N. (2014). A Framework for the facilitation of teachers’ analysis of video. Journal of Teacher Education, 65(4), 340–356.
van Es, E., & Sherin, M. (2008). Mathematics teachers’ “learning to notice” in the context of a video club. Teaching and Teacher Education, 24, 244–276.
Wild, C., & Pfannkuch, M. (1999). Statistical thinking in empirical enquiry. International Statistical Review, 67(3), 223-265.

Downloads

Publicado

2021-07-06

Como Citar

Goldoni Estevam, E. J., de Costa Trindade Cyrino, M. C., & Oliveira, H. (2021). Aprendizagens profissionais de professores sobre o ensino de estatística suscitadas por reflexões na análise de um caso multimídia. Revista Portuguesa De Educação, 34(1). Obtido de https://revistas.rcaap.pt/rpe/article/view/20709

Edição

Secção

Artigos