Entre tradição e inovação: um estudo sobre mudanças no ensino de gramática em livros didáticos brasileiros de Língua Portuguesa

  • Alexsandro da Silva Universidade Federal de Pernambuco, Brasil
  • Artur Gomes de Morais Universidade Federal de Pernambuco, Brasil

Resumo

O objetivo deste artigo é investigar o tratamento dado ao ensino de gramática ou à análise linguística em três coleções brasileiras de livros didáticos de Língua Portuguesa aprovadas no Programa Nacional do Livro Didático 2007. Os resultados evidenciaram que duas das coleções analisadas usavam o termo gramática e todas elas tendiam a estabelecer objetivos de ensino relacionados ao domínio da gramática ou da língua em si mesmas. Em relação aos conteúdos, constatamos que os tópicos tradicionais da gramática escolar dividiam a cena com outros conteúdos. Ao analisar as atividades, constatamos, em duas das coleções, poucas atividades de análise quando se
tratavam dos conteúdos tradicionais. No ensino das classes de palavras e da ortografia, encontramos duas inovações principais: o uso de textos e a tendência à não-apresentação de informações prontas. Já na exploração de características dos gêneros textuais, além de usar pseudotextos, as coleções adotavam, às vezes, uma abordagem transmissiva.

Palavras-chave
Análise linguística; Ensino de gramática; Livros didáticos

Downloads

Dados de Download não estão ainda disponíveis.
Como Citar
da Silva, A., & de Morais, A. (1). Entre tradição e inovação: um estudo sobre mudanças no ensino de gramática em livros didáticos brasileiros de Língua Portuguesa. Revista Portuguesa De Educação, 24(1), 119-144. https://doi.org/10.21814/rpe.3043
Secção
Artigos