“Psychology Psy-Pastes”

Safety, Precrime and Becoming-Orphan in Education (of a Southern Town of Rio de Janeiro State, Brazil)

Keywords: safety, becoming, social psychology, education, childhood

Abstract

An old orphanage in the city of Engenheiro Paulo de Frontin, in the coffee valley of the state of Rio de Janeiro, created in Brazil during the Getulio Vargas dictatorship, is unearthed to think about the present of psychological practices in education. From the perspective of Foucaultian studies, we ground a historical ontology between disciplinary spaces of the past and safety nets of the now. From this intersection of two-time childhood governments, I conceptualize pre-crime – from Phillip Kindred Dick's science fiction – in education and becoming orphan. Two case studies of autism and infraction point to a tutelary “psycholage” of bodies that enables us to glimpse a critical psychology of the present. In terms of a Hermeneutics of the subject (Foucault, 2014a), this work undertakes a psychology of self-care as a practice of freedom, whose gaze is a reflection on memory at the same time as an attitude towards becoming.

Downloads

Download data is not yet available.

Author Biography

Davi Cavalcante Roque da Silva, UGB - Centro Universitário Geraldo di Biase / Prefeitura Municipal de Valença, Rio de Janeiro, Brazil

Psicólogo Doutor em políticas públicas e formação humana (Universidade do estado do Rio de Janeiro – UERJ), mestre em psicologia social (UERJ) e graduado pela UFRJ. Desde 2011, pesquisa os temas da medicalização e da judicialização nas práticas institucionais do psicólogo na educação, com os referenciais da ontologia histórica em Michel Foucault, dos estudos de Deleuze e de Guattari e da análise institucional. Vive em Barra do Piraí, no estado do Rio de Janeiro, e atua profissionalmente em psicologia clínica, com larga experiência profissional em saúde e psicossomática, na educação, e na intervenção em álcool e outras drogas (CAPSAd). É Professor do curso de psicologia do UGB – Centro Universitário Geraldo di Biase (Barra do Piraí, estado do Rio de Janeiro, Brasil) e psicólogo do Centro Integrado de Saúde, secretaria municipal de saúde de Valença, RJ.

References

Bardin, L. (1977). Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Especializada e Temática. (2015). Linha de cuidado para atenção às pessoas com transtornos do espectro do autismo e suas famílias na rede de atenção psicossocial do Sistema Único de Saúde. Brasília: Ministério da Saúde.

BRASIL. Senado Federal. (2017). Lei 13.438, de 26 de abril de 2017. Retirado de: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2017/Lei/L13438.htm

Castel, R. (2005). A insegurança social: o que é ser protegido? São Paulo: Martins Fontes.

Deleuze, G (2010). Post-Scriptum sobre as sociedades de controle. In G. Deleuze, Conversações (pp. 223-230). São Paulo: Ed. 34.

Deleuze, G. (2011). Lógica do sentido. São Paulo: Perspectiva.

Diários de Pesquisa de Campo. (2010/2011). Rede municipal de escolas de Eng.º Paulo de Frontin.

Dick, P. K. (2012). O relatório minoritário. In P. K. Dick, Realidades adaptadas. São Paulo: Aleph.

Engenheiro Paulo de Frontin. Câmara Municipal. (2010). Lei municipal 988 de 31 de julho de 2010. Retirado de: HTTP://www.paulodefrontin.rj.gov.br/uploads/files/leis/Lei%20Municipal%20988%202010.pdf

Foucault, M. (2000). Vigiar e punir: nascimento da prisão. (23.ª Edição). Petrópolis: Vozes.

Foucault, M. (2001). Os anormais. (1.ª Edição). São Paulo: Ed. WMF Martins Fontes.

Foucault, M. (2008). Segurança, território, população. São Paulo: Ed. WMF Martins Fontes.

Foucault, M. (2013) O que são as luzes? In M. Foucault, Ditos & Escritos II (pp. 335-351). São Paulo: Forense Universitária.

Foucault, M. (2014a). A hermenêutica do sujeito. (3.ª Edição). São Paulo: Ed. WMF Martins Fontes.

Foucault, M. (2014b). História da sexualidade 2: O uso dos prazeres. (1.ª Edição). São Paulo: Paz e Terra.

Gros, F. (2012). Le principe sécurité. Paris: Gallimard.

Hadler, O. H., Guareschi, N. M. F., & Galeano, G. B. (2019). A produção da delinquência e sua objetificação pela psicologia. Athenea Digital, 19(1): e2230 (marzo 2019). doi: https://doi.org/10.5565/rev/athenea.2230

Jung, C. G. (1993). Alma e Terra. In C. G. Jung, Psicologia em Transição (pp. 37-55). Petrópolis: Vozes.

Lang, J.-L. (2002). Las organizaciones “preneuróticas” en el niño. In M. Augé, N. David-Ménard, W. Granoff, J.-L. Lang & O. Mannoni (Orgs.), El objeto en psico análisis: El fetiche, el cuerpo, el niño, la ciencia (pp. 99-131). Barcelona: Gedisa.

Lapoujade, D. (2015). Deleuze, os movimentos aberrantes. São Paulo: n-1 Edições.

Monarcha, C. (2009). Brasil arcaico, escola nova: ciência, técnica e utopia nos anos 1920-1930. São Paulo: Ed. UNESP.

Passetti, E. (2018). Mortos e mortificações: da política das condutas à atitude vital. Revista Transversos [“Dossiê: Grupo Tortura Nunca Mais do Rio de Janeiro: três décadas de Resistência”], 12, 372-395. Retirado de: http: www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/transversos. doi: 10.12957/transversos.2018.33702

Rizzini, I., & Rizzini, I. (2004). A institucionalização de crianças no Brasil: percurso histórico e desafios do presente. Rio de Janeiro: Ed. PUC-Rio.

Rosa, J. G. (1988). Pirlimpsiquice. In J. G. Rosa, Primeiras Estórias (pp. 57-66). Rio de Janeiro: Ed. Nova Fronteira.

Sartre, J.-P. (2002). Crítica da razão dialética: precedido por questões de método. Rio de Janeiro: DP&A.

Souza, M. P. R. (2005). Movimentos contemporâneos de crítica em psicologia e educação: interfaces Brasil-Canadá. In M. Nenevé & M. P. R. Souza (Orgs.), Educação e diversidade: interfaces Brasil-Canadá. São Paulo: Casa do Psicólogo.

Spielberg, S. (2002). Minority Report. Directed by Steven Spielberg. Screenplayed by Scott Frank & Jon Cohen. USA: Twentieth Century Fox/ DreamWorks Pictures/ Amblin Entertainment [1 Blu-ray. 144min. Colour]

Surian, L. (2010). Autismo: informações essenciais para familiares, educadores e profissionais de saúde. (Tradução Cacilda Rainho Ferrante). São Paulo: Paulinas (Coleção Psicologia & Sociedade).

Published
2020-02-28