CLASSIFICAÇÃO DE REPRODUTORES DA RAÇA SUÍNA AUTÓCTONE PORTUGUESA MALHADO DE ALCOBAÇA PARA O LIVRO GENEALÓGICO

  • António Vicente Instituto Politécnico de Santarém, Portugal Federação Portuguesa de Associações de Suinicultores, LGMA-FPAS, Lisboa; CIISA. Faculdade de Medicina Veterinária - Universidade de Lisboa
  • António Roque Instituto Politécnico de Santarém
  • João Bastos Federação Portuguesa de Associações de Suinicultores, LGMA-FPAS, Lisboa - Portugal
  • Rui Anselmo Federação Portuguesa de Associações de Suinicultores, LGMA-FPAS, Lisboa - Portugal
  • Nuno Carolino CIISA. Faculdade de Medicina Veterinária - Universidade de Lisboa, Portugal Unidade Estratégica de Investigação e Serviços de Biotecnologia e Recursos Genéticos, INIAV, Pólo da Fonte Boa, Vale de Santarém; Portugal Escola Universitária Vasco da Gama, Coimbra; Portugal

Resumo

A raça suína Malhado de Alcobaça é criada na região Oeste de Portugal e tem atualmente um efetivo adulto restrito de 150 fêmeas reprodutoras e 12 varrascos (10 criadores). Esta população foi reconhecida em 2003, implementando-se o Registo Zootécnico e o Livro Genealógico (LGMA) foi constituído em Março de 2014, sendo gerido pela FPAS. Dando cumprindo ao regulamento do LGMA, iniciou-se a classificação morfológica de todos os reprodutores. Presentemente, os animais são pontuados para inscrição no LGMA, identificados com um brinco, procedendo-se à colheita de material biológico para análise e controlo de filiação pelo LGM-INIAV. O LGMA possui informação sobre 20 marcadores moleculares de todos os reprodutores existentes, credibilizando a identificação individual e os pedigrees, permitindo a caracterização genética da população. Desde o ano de 2014 até ao presente foram pontuados ao LGMA 296 animais (270 F e 26 M), com uma idade média de 22.03±21.01 meses, com nascimentos entre os anos 2003 e 2017. Os criadores de origem foram apenas seis, com forte incidência na Selecpor (~60% dos indivíduos). A grelha de classificação morfológica dos animais ao LGMA consiste em 5 notas parciais com diferentes coeficientes consoante o sexo (F, M): 1) Tipo e desenvolvimento (coef. 2M = 8.72±0.74, 1.5F = 8.53±0.71); 2) Dorso, lombo e garupa (coef. 2.5M = 8.76±0.60, 2F= 8.53±0.71); 3) Pás, peito, ventre e flancos (coef. 2M= 8.44±0.56, 3F= 8.26±0.65); 4) Membros, aprumos e andamentos (coef. 2.5M= 7.92±0.95, 2.5F= 8.01±0.86); e 5) Características sexuais, genitais e mamilos (coef. 1M=8.44±0.71, 1F=8.29±0.70). Pela soma ponderada das 5 notas parciais obtém-se a pontuação total (PT) de cada reprodutor que foi de 83.79±5.78 para M e 82.36±4.65 para F.

Palavras-chave: criadores; livro de adultos; pontuação; porca; varrasco.

Publicado
2019-07-15