O PROJECTO T21: UMA INICIATIVA EUROPEIA PARA JOVENS COM NECESSIDADES EDUCATIVAS ESPECIAIS

  • Pedro Matos Instituto Politécnico de Santarém
  • Maria Barbas Instituto Politécnico de Santarém – Escola Superior de Educação, Portugal
  • Cristina Novo Instituto Politécnico de Santarém
  • Maurício Dias Instituto Politécnico de Santarém
  • Ana Loureiro Instituto Politécnico de Santarém
Palavras-chave: Competências digitais básicas, Inclusão social, Inclusão digital, Necessidades educativas especiais, TIC

Resumo

A sensibilização para a inclusão do cidadão com Trissomia 21 tem vindo a aumentar lentamente graças a uma série de medidas e ações adotadas a nível nacional e europeu. O Parlamento Europeu adotou uma declaração sobre as crianças com síndrome de Down em 2012, encorajando a Comissão, o Conselho e os Estados-membros a contribuírem para a sua inclusão social através de campanhas de sensibilização. A UE promove também a sua inclusão na sociedade através da estratégia europeia de incapacidade, mas pode e tem de ser feito muito mais. O trabalho nesta área é ainda, principalmente, realizado por organizações sem fins lucrativos e entidades sociais com muito poucos recursos. Deste modo, o projeto T21 visa fazer uma diferença positiva na área de apoio a crianças como síndrome de Down.

Publicado
2020-01-20