Estratégias Didático-Pedagógicas para Inovar no Ensino das Ciências

Desconstruindo Conceções Alternativas de Ciências

  • Mónica Seabra
  • Amanda Franco
  • Rui Marques Vieira

Resumo

A promoção e o desenvolvimento de competências essenciais na escola e na vida podem ser consideradas práticas de ensino-aprendizagem inovadoras. Estas, ao fomentarem explícita e intencionalmente o pensamento crítico, a criatividade, a colaboração e a comunicação – os quatro pilares da aprendizagem significativa –, podem ajudar a promover tais competências. Neste artigo, partilham-se estratégias didático-pedagógicas a serem utilizadas nas práticas das Ciências no 2.º Ciclo do Ensino Básico, para a identificação, análise e desconstrução de conceções alternativas de Ciências, no quadro mais amplo de uma abordagem Ciência-Tecnologia-Sociedade/Pensamento Crítico (CTS/PC). Propõem-se exemplos de tais estratégias (nomeadamente, concept cartoons, participação de cientista convidado, construção de mapa de conceitos e controvérsia sociocientífica), apresentados no contexto de uma sequência didática, da autoria dos autores, adaptados às aprendizagens essenciais deste ciclo de estudo. Após escolhido o tema organizador das aprendizagens essenciais da área e ano pretendidos (Ciências Naturais do 5.º ano), a sequência didática foi construída tendo em vista a inclusão de estratégias didático-pedagógicas especificamente orientadas à promoção do pensamento crítico dos alunos, para a identificação, análise e desconstrução de conceções alternativas de Ciências, nomeadamente no que concerne fatores que colocam em perigo a biodiversidade local, que medidas de prevenção podem ser tomadas e como podem os alunos posicionar-se criticamente face a esses temas. Através de tais práticas pedagógicas inovadoras, os professores podem inovar na sala de aula e criar impactes dentro e fora dela.

Publicado
2019-10-29