A relação das famílias imigradas com a escolaridade: Comparando as famílias de origem cabo-verdiana e as de origem indiana.

Autores

  • Teresa Seabra Departamento de Sociologia do ISCTE; Centro de Investigação e Estudos de Sociologia (CIES)

DOI:

https://doi.org/10.25755/int.294

Palavras-chave:

Relação família-escola, Filhos de imigrantes na escola, Indianos, Cabo-verdianos, Sucesso escolar.

Resumo

No âmbito do estudo da relação das famílias imigradas de origem indiana e cabo verdiana com a escolaridade dos seus descendentes quando estes se encontram a frequentar a escolaridade obrigatória (2º ciclo do Ensino Básico), procura se apreender as práticas de suporte que implementam bem como a idealização que fazem do percurso escolar dos seus descendentes. Trata-se de uma abordagem exploratória da informação recolhida através de um inquérito por questionário a alunos de escolas públicas dos concelhos de Lisboa e Loures (IALL) – aquelas em que era maior o contingente de alunos com o perfil desejado – num total de 837 alunos e de algumas entrevistas a membros das suas famílias.
Das conclusões desta análise destaca-se a relação investida que as famílias imigradas tanto de origem cabo-verdiana como de origem indiana desenvolvem na relação com a escolaridade dos seus progenitores, dadas as práticas de suporte à escola que desenvolvem, não se registando diferenciações significativas em relação as famílias autóctones. Salienta-se, ainda, a amplitude dos pontos de apoio à escolaridade que se traduz, especialmente no caso das famílias de origem indiana, no recurso a uma rede considerável de pessoas exteriores ao núcleo familiar (amigos, vizinhos).

Downloads

Publicado

2006-03-02

Como Citar

Seabra, T. (2006). A relação das famílias imigradas com a escolaridade: Comparando as famílias de origem cabo-verdiana e as de origem indiana. Interacções, 2(2). https://doi.org/10.25755/int.294

Edição

Secção

Número 2 - Pluralidade de olhares sobre escolas e famílias e suas intra e inter-relações.