Tradução e Validação do Movement Imagery Questionnaire – 3 (MIQ - 3) com Atletas Portugueses

  • Pedro Alexandre Mendes Instituto Politécnico de Castelo Branco - Escola Superior de Educação
  • Daniel A. Marinho Universidade da Beira Interior. Centro de Investigação em Desporto, Saúde e Desenvolvimento Humano (UBI/CIDESD, Covilhã, Portugal).
  • João Duarte Petrica Instituto Politécnico de Castelo Branco - Escola Superior de Educação FCT and CI&DETS (PEst-OE/CED/UI4016/2011)
  • Paulo Silveira Instituto Politécnico de Castelo Branco - Escola Superior de Educação
  • Diogo Monteiro Escola Superior de Desporto de Rio Maior - Instituto Politécnico de Santarém CIDESD - Centro de Investigação de Deporto, Saúde e Desenvolvimento Humano
  • Luis Cid Escola Superior de Desporto de Rio Maior - Instituto Politécnico de Santarém CIDESD - Centro de Investigação de Deporto, Saúde e Desenvolvimento Humano

Abstract

Imagery é um processo cognitivo que pode desempenhar um papel importante no planeamento e execução de movimentos ou ações. Vários instrumentos têm sido desenvolvidos com o intuito de avaliar a habilidade de Imagery no desporto. No entanto, nenhum se focou na modalidade cinestésica, visual interna e visual externa. O objetivo deste estudo foi traduzir e validar preliminarmente para a população desportiva portuguesa o Movement Imagery Questionnaire-3, determinando as suas qualidades psicométricas iniciais através de uma análise fatorial exploratória do modelo que a suporta. A amostra foi constituída por 176 sujeitos (N = 176) (sexo masculino N = 134; sexo feminino N = 42) com uma média de idades de 20.08 anos (SD = 5.94), composta por atletas de futebol (N = 113), basquetebol (N = 43) e ténis (N = 20). Numa primeira fase verificou-se que os procedimentos de tradução e adaptação originaram uma versão Portuguesa do MIQ - 3 semelhante à versão original. Numa segunda fase verificamos que as qualidades psicométricas comprovam a adequação da adaptação efetuada, demonstrando que a sua estrutura fatorial é igual à versão original (12 itens agrupados em 3 fatores, com 4 itens cada fator), apresentando índices bastante aceitáveis de validade e fiabilidade (alfa de Cronbach: 0.88 para MIQ - 3, 0.79 para as três modalidades), concluindo que este questionário poderá ser utilizado para avaliar a capacidade de Imagery em atletas Portugueses.

Author Biographies

Pedro Alexandre Mendes, Instituto Politécnico de Castelo Branco - Escola Superior de Educação

Unidade Técnico-Científica de Ciências, Desporto e Artes

Área Científica de Desporto e Bem-Estar

Daniel A. Marinho, Universidade da Beira Interior. Centro de Investigação em Desporto, Saúde e Desenvolvimento Humano (UBI/CIDESD, Covilhã, Portugal).
Ciências do Desporto
Published
2016-06-24
Section
Original Article