The contextual interference effect on the motor skill acquisition and the functional and nominal difficulties of the task

Authors

  • Thiago Oliveira Souza Escola de Educação Física e Esporte -Universidade de São Paulo
  • Jefferson John Santos Escola de Educação Física e Esporte - Universidade de São Paulo
  • Camila Torriani-Pasin Escola de Educação Física e Esporte - Universidade de São Paulo
  • Umberto Cesar Corrêa Escola de Educação Física e Esporte - Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.6063/motricidade.763

Abstract

The aim of this study was to investigate the effect of contextual interference on the motor skill acquisition in function  of the functional and nominal difficulties of the task. The study included 160 adults of both genders with average age of 21.3 (± 3.3) years.  The design involved 8 groups of experienced and inexperienced individuals (functional difficulty) who practiced a simple or complex (nominal difficulty) coincident timing task, in a random or blocked condition. Performance was measure by the absolute, variable, and constant errors. Results did not show differences between random and blocked groups in all conditions of difficulty. Therefore, it was concluded that the effect of contextual interference is not dependent of the nominal and functional difficulties of the task.

Author Biographies

Thiago Oliveira Souza, Escola de Educação Física e Esporte -Universidade de São Paulo

Graduação Bacharelado em Educação Física, especialização em Fisiologia do Exercício pela Universidade Federal de São Paulo, mestrado em Ciências pela Universidade de São Paulo. Atualmente pesquisador do Laboratório de Comportamento Motor da Escola de Educação Física e Esporte da Universidade de São Paulo.

Jefferson John Santos, Escola de Educação Física e Esporte - Universidade de São Paulo

Possui graduação em Licenciatura em Educação Física pela Universidade Nove de Julho (2007); graduação em Bacharelado em Educação Física pela Universidade Nove de Julho (2008); e Mestrado em Ciências pela Escola de Educação Física e Esporte da Universidade de São Paulo (2012). Atualmente é pesquisador do Laboratório de Comportamento Motor da Universidade de São Paulo. Tem experiência na área de Educação Física, com ênfase em comportamento motor, atuando principalmente nos seguintes temas: aprendizagem motora, interferência contextual, tipos de prática.

Camila Torriani-Pasin, Escola de Educação Física e Esporte - Universidade de São Paulo

Graduação em Fisioterapia pela Universidade Cidade de São Paulo (2000), especialização em Fisioterapia Neurológica pela UNIFESP - EPM (2001) e, doutora em Ciências - Educação Física: Biodinâmica do Movimento Humano pela USP (2010). Atualmente é docente na Escola de Educação Física e Esporte da Universidade de São Paulo - EEFE-USP. É pesquisadora na área de Comportamento Motor (Controle Motor e Aprendizagem Motora) e Reabilitação Neurológica. Seus interesses de pesquisa incluem fatores que afetam a aprendizagem motora após lesão neurológica, em especial lesão encefálica e realidade virtual. Tem experiência clínica na área de Fisioterapia em Neurologia Adulto e formação no método Facilitação Neuromuscular Proprioceptiva (PNF), na técnica de Biofeedback, Reeducação Postural Global (RPG), Cadeias Musculares - GDS e no Conceito Bobath pelo IBITA. É instrutora oficial do Conceito Bobath Adulto habilitada pelo IBITA (International Bobath Training Association).

Umberto Cesar Corrêa, Escola de Educação Física e Esporte - Universidade de São Paulo

Possui Graduação em Licenciatura em Educação Física pela Universidade de Mogi das Cruzes (1990), Especialização em Ginástica pela Universidade de Mogi das Cruzes (1992), Especialização em Ciências do Esporte pela Universidade de Educação e Cultura do ABC (1993), Mestrado em Ciências da Motricidade pela Universidade Estadual Paulista (1996), Doutorado em Educação Física pela Universidade de São Paulo (2001), Livre-Docência pela Universidade de São Paulo (2007) e Pós-Doutorado pela Queensland University of Technoly, Austrália. Atualmente é Professor Associado da Escola de Educação Física e Esporte da Universidade de São Paulo, sendo presidente da Comissão de Pós-Graduação. Em termos de Intervenção Profissional tem experiência nas áreas de Educação Física Escolar e Educação Física na Adolescência. Em relação à pesquisa, atua principalmente nos seguintes temas: aprendizagem motora (processo adaptativo, prática, feedback, instrução, dicas, timing coincidente, especificidade da tarefa, habilidade motora e contexto, habilidade motora e hierarquia) e pedagogia da educação física e do esporte (métodos de ensino-treinamento, análise de jogo).

Published

2013-09-30

Issue

Section

Original Article

Most read articles by the same author(s)