Entre a fralda e a lousa: A questão das identidades docentes em berçários

Caught between diapers and the blackboard: Teacher identities in nurseries

  • Rosmari Pereira de Oliveira Universidade de São Paulo - Escola de Artes, Ciências e Humanidades
  • Luciana Maria Viviani Universidade de São Paulo

Resumo

Neste artigo apresentamos uma pesquisa sobre identidades docentes em berçários desenvolvida em um Centro de Educação Infantil na cidade de São Paulo (Brasil). Mediante enfoque qualitativo e multidisciplinar, o estudo buscou tecer relações entre identidade, cultura, gênero e poder, aproximando a área dos estudos culturais ao campo da educação infantil. Inspirado em abordagens biográficas, o estudo empírico foi realizado através de entrevistas com sete professoras e um professor de educação infantil, que atuavam com crianças de 0 a 2 anos de idade. As análises indicaram que, embora a prática nos berçários envolvesse múltiplos saberes e culturas, produzia-se nos discursos dos professores um binarismo sobre a necessidade de cuidar e educar em que cuidar associava-se às práticas do passado e educar aproximava-se ao seu novo papel profissional, representando estratégias identitárias para valorizar a docência com bebês.

Palavras-chave: Identidades docentes; Educação infantil; Culturas institucionais

Downloads

Dados de Download não estão ainda disponíveis.
Publicado
2019-06-09
Como Citar
Oliveira, R., & Viviani, L. (2019). Entre a fralda e a lousa: A questão das identidades docentes em berçários. Revista Portuguesa De Educação, 32(1), 73-90. https://doi.org/10.21814/rpe.14947
Secção
Artigos