A operação dramatúrgica sob a responsabilidade do encenador: «A história que eu não devia contar»

Autores

  • André Paes Leme Escola de Teatro da UNIRIO - Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Brasil)

Resumo

O presente artigo pretende expor os resultados dos procedimentos de criação a partir da inversão de géneros na construção dos Vértices de desempenho. O estudo baseia-se na investigação de dispositivos relacionados com o cul- tura Drag Queen em conjunto com o Teatro Contemporâneo, a fim de ajudar na con-estruturação de caminhos poéticos para o solista. A fim de conceber o entrelaçamento entre o Drag e a construção artística para o teatro, com a reflexão académica sobre a história da inversão de género ao longo da história do teatro, as fronteiras entre a expressão da identidade de género e a performance artística e os seus resultados na construção cénica do espectáculo teatral Vértices.

 

TEATRO E LITERATURA / ADAPTAÇÃO LITERÁRIA / ESCRITA PARA O PALCO / TEATRO NARRATIVO / DIRECÇÃO DE TEATRO

Downloads

Publicado

2019-03-19

Como Citar

Leme, A. P. (2019). A operação dramatúrgica sob a responsabilidade do encenador: «A história que eu não devia contar». Sinais De Cena, (3), 182–193. Obtido de https://revistas.rcaap.pt/sdc/article/view/17498

Edição

Secção

Estudos aplicados