Submissões

Acesso ou Registar-se para submeter um artigo.

Condições para Submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.
  • O manuscrito é uma produção sua e original e não duplica qualquer outra publicada anteriormente, incluindo trabalhos seus.
  • A contribuição é original e inédita e não se encontra sob revisão ou para publicação por outra revista.
  • O texto segue os padrões de estilo e requisitos bibliográficos descritos em Instruções para Autores, na secção Sobre a Revista.
  • Em caso de submissão a uma secção com revisão por pares (ex.: Dossiê Temático ou Estudos Aplicados), as instruções disponíveis em Instruções para revisores foram cumpridas.
  • Os ficheiros para submissão encontram-se em formato Microsoft Word e não ultrapassam 2MB.
  • O manuscrito não contém elementos abusivos, difamatórios, caluniosos, obscenos, fraudulentos ou ilegais.
  • Todos/as os/as autores/as do manuscrito estão identificados na plataforma de submissão.
  • Foi submetida a Página de rosto, identificando todos/as os/as autores/as, afiliações, ORCID e contactos.

Instruções para Autores

1. Os artigos deverão ser enviados por correio eletrónico para sinaisdecena@gmail.com.

2. Todos os originais serão apresentados na sua versão definitiva, em formato Word, formatados a espaço e meio, corpo 12, Times New Roman. As páginas não deverão vir numeradas e o título do original deverá estar em Negrito, Times New Roman 14. Título e texto deverão estar alinhados à esquerda.

3. O título do ficheiro Word deverá indicar o número da revista, a secção onde deverá ser incluído o artigo e duas palavras do título:

Ex: SdC1 ESTUDOS dramaturgia feminina.

4. Os originais devem ser inéditos e não submetidos a outra publicação; devem seguir as normas editoriais da revista. Os originais conformes às normas da revista são sujeitos a arbitragem científica.

5. Os artigos propostos são submetidos a uma primeira análise por parte do Conselho Editorial. Os artigos das secções Dossiê Temático e Estudos Aplicados são posteriormente submetidos a arbitragem científica de especialistas das áreas respetivas (referees), em regime de anonimato (double blind peer review). Os referees serão escolhidos de entre os membros do Conselho Científico, recorrendo-se também a outros especialistas no domínio das propostas de publicação. A decisão final de publicação é da responsabilidade do Conselho Editorial, com base nos pareceres emitidos pelos referees. No caso de serem sugeridas aos autores alterações ou correções, o Conselho Editorial zelará pela efetiva introdução das mesmas.

6. A informação acerca da aceitação será dada dois meses após a submissão do artigo (salvo outros prazos devidamente indicados no lançamento do Convite à apresentação de artigos).

7. Numa página antecedendo o artigo deve indicar-se título, nome e apelido do autor, instituição académica ou científica a que esteja filiado, ORCID, endereço eletrónico, resumo com cerca de 200 palavras e 5 palavras-chave devem ser enviados na língua do artigo e em inglês e uma breve nota biográfica do autor (máximo 500 caracteres). Caso o artigo seja em inglês o resumo e palavras-chave devem ser enviados em língua diferente da utilizada no artigo.

8. O cabeçalho do artigo deve indicar apenas o título.

9. Os artigos a integrar o Dossiê Temático e os Estudos Aplicados deverão ter, no máximo, 6.000 palavras.

10. Os artigos a integrar a secção Leituras deverão ter entre 1200 a 2500 palavras. Deverão vir acompanhados com uma imagem da capa do livro e com a referência à obra recenseada:

Ex: Edward Gordon Craig, Rumo ao novo teatro & Cena, tradução de Luiz Fernando Ramos, S. Paulo, Editora Perspectiva, 2017, 217 pp.

11. As imagens a incluir, livres de direitos, deverão ser enviadas em formato TIF ou JPEG e com 300 p.p. de resolução, referenciadas no texto e acompanhadas de legendas, com a seguinte formatação (quando se trata de um espetáculo de artes performativas):

Título do espetáculo, de Nome do Autor do texto (quando aplicável), enc. Nome do Encenador/Coreógrafo, Nome da Companhia ou Estrutura de produção, Ano da estreia do espetáculo (Nome dos intérpretes fotografados), [F] Nome do Fotógrafo.

Ex: Dias felizes, de Samuel Beckett, enc. Roger Blin, Compagnie Renaud-Barrault, 1969 (Madeleine Renaud), [F] John Haynes.

12. Os ficheiros com as imagens que acompanharem o texto deverão vir identificados e numerados.

Ex: SdC1 ESTUDOS dramaturgia feminina 2; SdC1 ESTUDOS dramaturgia feminina 2, etc.

13. As legendas para todas as imagens deverão integrar o texto do artigo, depois das referências bibliográficas, apresentadas em TNR, tamanho 11.

Formatação

Títulos

1. No texto, o título das publicações e de espetáculos será em itálico e o dos artigos, colocado entre aspas.

Notas

1. As notas deverão ser em Times New Roman 10 e surgirão em pé de página, com a numeração seguida. Se houver citações dentro das notas, estas deverão surgir destacadas (se excederem três linhas), em Times New Roman 9.

Citações

1. As citações em língua estrangeira, nos textos em português, poderão ser, facultativamente, seguidas da respetiva tradução, entre parênteses retos.

2. As citações pouco extensas (até três linhas, inclusive) podem ser incorporadas no texto, entre aspas. (Utilizar a seguinte sinalização para aspas: “...”; e no caso de uma citação com aspas dentro de aspas: “... ‘...’ ...”.)

3. As citações mais longas serão recolhidas, em Times New Roman 10, sem aspas, alinhadas, à esquerda, pela indentação de parágrafo do texto (1,25 cm) e recolhidas à direita, com 14,25 cm.

4. As interpolações serão identificadas por meio de parênteses rectos [ ].

5. As omissões serão assinaladas por reticências dentro de parênteses curvos (...).

6.  Nas remissões de umas para outras páginas do artigo, usar-se-ão as expressões latinas consagradas (cf. supra, cf. infra), que virão sempre em itálico e por extenso.

7. Todos os números, à exceção de datas, deverão surgir por extenso. As datas deverão ser grafadas da seguinte forma: 25 de Abril de 1974.

8. Latinismos (etc.; in media res; tabula rasa...) deverão aparecer em itálico.

Epígrafes

1. As epígrafes, que deverão ser em itálico, e em Times New Roman 10, só necessitam da indicação do nome do autor, sendo opcional a indicação do título da obra.

Referências bibliográficas

1. As referências bibliográficas serão sempre feitas no corpo do texto, na forma abreviada da indicação, entre parênteses curvos, do apelido em minúsculas do autor, data de publicação e, se for caso disso, número de página. Se se tratar de uma citação indireta, essas indicações serão precedidas da palavra apud. Exemplos:

Um só autor: (Carvalho, 2009: 7).

Dois autores: (Porto/Menezes, 1985).

Três ou mais autores: (Serôdio et al., 2003).

Citação indireta: (apud Rebello, 2000: 156).

2. Será incluída no final do artigo, em Times New Roman 10, com o título “Referências bibliográficas", se o texto for português, e com o título "References", se o texto for em inglês, a lista completa, por ordem alfabética de apelidos de autores, das obras que tenham sido referidas ao longo do texto.

3. No caso de surgir o mesmo autor mais do que uma vez, deverá usar-se dois traços por baixo do seu nome e, caso a obra seja do mesmo ano, acrescentar-se-ão à data as letras a, b, etc.

4. Deverá sempre indicar-se a editora e a edição consultada. Poderá também indicar-se, se for considerada relevante, a data da primeira edição. Estas indicações deverão vir no fim da referência, entre parênteses rectos. Quando se trate de traduções, deverá vir sempre indicado o nome do tradutor.

Exemplos:

Livros:

LOUPPE, Laurence (2004), Poétique de la danse contemporaine, 3ème éd., Bruxelles, Éditions Contredanse [1997].

LOUPPE, Laurence (2012), Poética da dança contemporânea, trad. Rute Costa, Prefácio de Maria José Fazenda, Lisboa, Orfeu Negro.

CARVALHO, Paulo Eduardo (2006), Ricardo Pais: Actos e variedades, Porto, Campo das Letras.

TURNER, Cathy / Synne K. Behrndt (2008), Dramaturgy and Performance, New York, Palgrave Macmillan.

Coletâneas:

RAMOS, Luiz Fernando (2009), “Por uma teoria contemporânea do espectáculo: mimesis e desempenho espectacular”, in Maria Helena Werneck / Maria João Brilhante (org.), Texto e imagem: Estudos de Teatro, Rio de Janeiro, 7 Letras, 89-103.

Revistas:

OLIVEIRA, Fernando Matos (2004), “Teatro e intermedialidade”, Sinais de cena, n.º 1, Junho, pp. 78-80.

MARTIN, Carol (2006), “Bodies of Evidence”, The Drama Review: Journal of Performance Studies. 50.3, pp. 8-15.

Se houver duas ou mais referências do mesmo autor e do mesmo ano, acrescentar-se-ão à data as letras a, b, etc. : e.g. REBELLO, Luiz Francisco (1975a), (1975b).

Qualquer informação adicional, tal como a indicação da data original de publicação de um artigo, deve ser apresentada entre parênteses retos [ ].

Referências bibliográficas eletrónicas (Webgrafia):

Artigo de publicação periódica online

APELIDO, Nome Próprio (Ano), “Título do artigo”, Título do Periódico, volume/número. Consultado a: dia/mês/ano, disponível em: URL ou  DOI.

Ex: VICENTE, Gustavo (2022), “Where does the body go when the dance is over? An apology for goodbye”, Sinais de Cena, 3.ª Série, n.º 1. Consultado a: 06/02/2023, disponível em https://revistas.rcaap.pt/sdc/article/view/28963

Ou

Ex: VICENTE, Gustavo (2022), “Where does the body go when the dance is over? An apology for goodbye”, Sinais de Cena, 3.ª Série, n.º 1. https://doi.org/10.51427/cet.sdc.2022.0017

Documento online

APELIDO, Nome (Ano), Título do documento. Consultado a: dia/mês/ano, disponível em: URL.

Ex: PRESTES, António (1622), Auto dos dous irmãos. Consultado a: 16/01/2023, disponível em: http://www.cet-e-quinhentos.com/autores.

Artigo acedido online com versão impressa:

APELIDO, Nome Próprio (Ano), “Título do artigo” [URL da versão eletrónica], Título da Publicação, n.º: páginas.

Ex: ROSA, Marta Brites (2009), “O herói político e o público” [https://revistas.rcaap.pt/sdc/article/view/12725/9824], Sinais de Cena, n.º 12: pp. 43-45.

Artigo de uma publicação periódica apenas existente em linha:

APELIDO, nome próprio (ano), “Título do artigo”,  Título da publicação, nº, consultado a: dia, mês, ano, disponível em: URL.

Ex: MENDES, Anabela (2022), "Operation: 'Orfeo & Amduat'. Morte cénica enlaça doença e mito", Sinais de Cena, 3.ª série, n.º 1, https://doi.org/10.51427/cet.sdc.2022.0013

Documento disponível em linha no site de uma Universidade, organização ou empresa:

APELIDO, Nome Próprio (Ano), Título do documento. Consultado a: dia/mês/ano, no site da Universidade/organização/empresa: URL.

Ex: CAMPOS, Ana (2006), Pelas minorias, contra o racismo. Consultado a: 17/01/2023 no site do Centro de Estudos de Teatro: https://www.ceteatro.pt/node/99.

Registo áudio:

APELIDO, Nome Próprio (Ano), Título [Registo sonoro], Local de publicação, Editor. Designação específica e extensão do material.

Ex: MOZART, Wolfgang Amadeus (1992), Mozart collection [Registo sonoro], Pandrup, Elap Music. 1 disco (CD) (61 min.).

Registo vídeo:

APELIDO, Nome Próprio (Ano de publicação), Título [Registo vídeo], Local de publicação, Editor. Designação específica e extensão do material.

Ex: MEIRELES, Luís (2000), Duo de flauta e piano [Registo vídeo], Aveiro, CEMED. 1 cassete vídeo (VHS) (1 h., 30 min.).

 

NOTA: Se o autor do documento não estiver identificado, a referência começa com o título do documento.

 

Qualquer artigo que não cumpra as normas acima definidas será reenviado ao autor para nova formatação do texto. Os textos não formatados de acordo com as normas de publicação especificadas não seguirão para arbitragem científica.

Política de Privacidade

Os nomes e endereços fornecidos nesta revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.