Que faremos nós com o que daqui para trás ficou?

Autores

  • Leonor Madureira Centro de Estudos do Teatro da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa

DOI:

https://doi.org/10.51427/cet.sdc.2021.0016

Palavras-chave:

Leonor Madureira, Crítica, Teatro, Traces of Antigone, Elli Papakonstantinou, Christina Ouzounidis, teatro em linha

Resumo

Crítica ao espectáculo Traces of Antigone. Concepção e direcção artística: Elli Papakonstantinou. Texto: Christina Ouzounidis. Tradução (grego): Margarita Mellberg. Tradução (inglês): Gemma Carbone, Elli Papakonstantinou, Eirini Dermitzaki. Interpretação: Gemma Hansson Carbone, Katerina Papachristou, Nalyssa Green, Serafita Grigoriadou, Sophia Manoli, Valia Papachristou. Assessoria arte visual e vídeo‑poemas: Mary Zigouri. Música original e interpretação: Nalyssa Green (voz, piano), Katerina Papachristou (voz, piano, baixo). Direcção de movimento: Valia Papachristou. Fotografia: FLP Athens, Sophia Manoli. Produção: ODC Ensemble. Co‑produção: Naprawsky, Teater Galeasen, Scenkonstbiennalen, Teater Tribunalen. Local e data de estreia: Livestream na Plataforma Zoom, 18 de Maio de 2020.

Downloads

Publicado

2021-04-01

Como Citar

Madureira, L. (2021). Que faremos nós com o que daqui para trás ficou?. Sinais De Cena, (5), 299–306. https://doi.org/10.51427/cet.sdc.2021.0016

Edição

Secção

Passos em volta