Quality of life in institutionalized elderly undergoing an active aging program

Carlos Pires Magalhães, Eugénia Maria Anes, Flávia Marisa Rebelo

Abstract


Introduction: Living with quality is a growing concern of the old population. There is an increasing institutionalization of the
elderly, and it is in this context that active aging programs assume relevance, allowing the elderly the contact with experiences
that allow them to age with quality of life, by maintaining their autonomy and promoting their physical, mental and emotional
well-being.
Objective: To evaluate the quality of life (QOL) of institutionalized elderly undergoing to an active aging program.
Methods: We have developed a quantitative type study, semi-experimental, in which the following instruments were used to
measure the quality of life: EUROHIS-QOL-8 and WHOQOL-OLD, to which sociodemographic and clinical questions were added.
Assessments were made in two different moments, before and after the intervention program, in a sample of 37
institutionalized elderly.
Results: Concerning the assessment of quality of life related to health (EUROHIS-QOL-8), significant higher scores were obtained
in the second moment (p=0.004). Regarding the quality of life (WHOQOL-OLD) related to the elderly significant better scores
were also obtained in the second assessment (p=0.001).
Conclusions: The results show an improvement in the perception of quality of life in elderly patients undergoing to an active
aging program, emphasizing the importance of it.


Keywords


Quality of life; Aging; Institutionalization

Full Text:

PDF (Português) PDF

References


• Canavarro, M. C., Serra, A. V., Pereira, M., Simões, M. R., Quartilho, M. J. R., Rijo, D., ... Paredes, T. (2010). Whoqol disponível para Portugal: Desenvolvimento dos Instrumentos de Avaliação da Qualidade de Vida da Organização Mundial de Saúde (Whoqol-100 e Whoqol-Bref). In M. C. Canavarro, e A. V. Serra, Qualidade de Vida e Saúde: Uma Abordagem na Perspetiva da Organização Mundial de Saúde. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian.

• Fernández-Ballesteros, R., Kruse, A., Zamarrón, M. D., & Caprara, M. (2009). Calidad de Vida, Satisfacción con la Vida y Envejecimiento Positivo. In R. Fernandéz- Ballesteros, Psicogerontología: Perpectivas Europeas para un Mundo que Envejece (pp. 261-292). Madrid: Pirámide.

• INE - Instituto Nacional de Estatística (2013). Estatísticas Demográficas 2011. Lisboa: INE.

• Jacob, L. (2007). Animação de Idosos - Atividades (1ª Ed.). Lisboa: Ambar.

• Martins, E. d. C. d. C. (2012). Qualidade de Vida em contexto de Acolhimento Familiar de Idosos (Dissertação de Mestrado, Universidade do Minho). Disponível em: http://hdl.handle.net/1822/23359

• Matimba, A. (2014). Efeitos do Programa de Estimulação Cognitiva em Idosas Institucionalizadas na Unidade do Sagrado Coração com Défices Cognitivos Moderados-CSBJ (Dissertação de Mestrado). Universidade Católica Portuguesa, Braga.

• Paschoal, S. M. P. (2006). Qualidade de Vida na Velhice. In E. Freitas, L. Py, F. X. Cançado, J. Doll, M. Gorzoni, Tratado de Geriatria e Gerontologia (pp. 147-153, 2a Ed). Rio de Janeiro: Guanabara Koogan.

• Pereira, M., Melo, C., Gameiro, S., & Canavarro, M. C. (2011). Estudos Psicométricos da Versão em Português Europeu do Índice de Qualidade de Vida Eurohis 8. Laboratório de Psicologia, 109-123.

• Portaria n.º 67/2012 de 21 de março do Ministério da Solidariedade e Segurança Social. Regime jurídico das condições de organização, funcionamento e instalação das estruturas residenciais para pessoas idosas. Diário da República, I Série, Nº58, 25/3/2012. Disponível em: http://www.portaldolicenciamento.com/docs/nova-legislacao-lares-idosos.pdf

• Vilar, M., Simões, M. R., Sousa, L. B., Firmino, H., Paredes, T., & Lima, M. P. (2010). Avaliação da Qualidade de Vida em Adultos Idosos: Notas em Torno do Processo de Adaptação e Avaliação do Whoqol-Old para a População Portuguesa. In M. C. Canavarro & A. V. Serra, Qualidade de Vida e Saúde: Uma Abordagem na Perspectiva da Organização Mundial de Saúde (pp. 229- 245). Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian.

• Vilar, M., Simões, M. R., Lima, M. P., Cruz, C., Sousa, L. B., Sousa, A. R., & Pires, L. (2013, aceite para publicação). Adaptação e validação do WHOQOL-OLD para a população portuguesa: Resultados da implementação de grupos focais. Revista Iberoamericana de Diagnóstico e Avaliação Psicológica.

• Vilar, M. (2015). Avaliação da qualidade de vida em adultos idosos: estudos de adaptação, validação e normalização do WHOQOL-OLD para a população portuguesa (Tese de doutoramento, Universidade de Coimbra). Disponível em: http://hdl.handle.net/10316/28680

• WHO - World Health Organization (1997). Whoqol: Measuring Quality of Life. WHO/MSA/MNH/PSF/97.4, 1-12. Disponível em: http://www.who.int/mental_health/media/68.pdf


Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Developed by:

Licença Creative CommonsIndexed in: