Inclusão no Ensino Superior: Perceções dos estudantes com Necessidades Educativas Especiais sobre o ingresso à universidade

Evelyn Santos, Manuela Gonçalves, Isabel Ramos, Lisneti Castro, Roselane Lomeo

DOI: https://doi.org/10.21814/rpe.7741

Resumo


A educação inclusiva no Ensino Superior representa atualmente um desafio de âmbito social, educacional e político, que nos move a uma reflexão sobre o ingresso de estudantes com Necessidades Educativas Especiais (NEE) no Ensino Superior em Portugal. A fim de conhecer os principais suportes referenciados como essenciais para a inclusão optou-se pelo paradigma da investigação interpretativa com cariz qualitativo, sendo a recolha de dados através de entrevista semiestruturada. Foi verificada a importância de vários suportes, em especial o da família. O contingente especial para acesso ao Ensino Superior foi referenciado por todos os estudantes como um importante apoio. A forma como a universidade se organiza na fase de ingresso foi considerada satisfatória; no entanto, apresenta aspetos pontuais a serem modificados. As acessibilidades físicas/estruturais e culturais/atitudinais são citadas como fundamentais para a permanência destes estudantes na Universidade de Aveiro; porém, a falta de respaldo legal e de políticas inclusivas nacionais ainda dificultam esse processo.

Palavras-chave


Inclusão; Ensino Superior; Necessidades Educativas Especiais; Ingresso

Texto Completo:

PDF

Apontadores

  • Não há apontadores.


A Revista Portuguesa de Educação (ISSN 0871-9187) é uma publicação semestral do Centro de Investigação em Educação (CIEd) do Instituto de Educação da Universidade Minho (UM) e conta com o apoio de fundos nacionais da FCT/MCTES-PT através do projeto UID/CED/1661/2013.