Hemorragia massiva em Obstetrícia: princípios chave

  • Sofia Marques Serviço de Anestesiologia do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra - Portugal
  • Raquel Cabral Serviço de Anestesiologia do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra - Portugal
  • João Fonseca Serviço de Anestesiologia do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra - Portugal
  • Margarida Pereira Serviço de Anestesiologia do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra - Portugal
  • Cláudia Alves Serviço de Anestesiologia do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra - Portugal
  • Joana Carvalhas Serviço de Anestesiologia do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra - Portugal
Palavras-chave: Hemorragia Pós-parto, Protocolos Clínicos, Sistemas de Point-of-Care, Equipa de Cuidados ao Doente

Resumo

INTRODUÇÃO: A hemorragia pós-parto é uma das principais causas de mortalidade e morbilidade maternas em todo o mundo. A sua abordagem requer o rápido reconhecimento da gravidade e avaliação das perdas hemorrágicas, bem como a ressuscitação volémica e hemostática com a respetiva monitorização, e o tratamento etiológico atempados. Surgem atualmente novos conceitos na abordagem da hemorragia pós-parto com a administração de fatores de coagulação, e a utilização de novas técnicas, antes não aplicados em contexto obstétrico.

Este artigo tem por objetivo a revisão e sumarização dos principais princípios chave na gestão da hemorragia massiva em contexto obstétrico, com ênfase numa abordagem coordenada e interdisciplinar.

MATERIAL E MÉTODOS: Revisão da literatura, utilizando a PubMed com os seguintes termos : [hemorragia massiva] e obstetrícia; [protocolo clínico] e obstetrícia; [testes de monitorização da coagulação] e obstetrícia; [testes point of care] e obstetrícia; [fatores de coagulação] e [hemorragia massiva em obstetrícia]. Seleção dos artigos publicados a partir de 2010 com inclusão de artigos de revisão, estudos experimentais, casos clínicos e artigos de investigação prospectivos ou retrospectivos.

RESULTADOS: Os estudos realizados apresentam resultados semelhantes com a utilização eficaz e segura de novas técnicas em contexto obstétrico.

DISCUSSÃO e CONCLUSÕES: A hemorragia massiva em obstetrícia é um evento crítico que exige uma abordagem interdisciplinar agressiva. A antecipação desta situação clínica, o trabalho em equipa e comunicação eficazes são ferramentas indispensáveis na melhoria do outcome e diminuição da morbilidade e mortalidade. Não menos importante é a avaliação rápida e in loco da hemóstase com monitorização point of care e terapêutica dirigida (goal directed coagulation management). São de primordial importância os protocolos e algoritmos de atuação, que devem ser treinados regularmente pelas equipas perinatais. 

Downloads

Dados de Download não estão ainda disponíveis.
Publicado
2015-03-01
Como Citar
Marques, S., Cabral, R., Fonseca, J., Pereira, M., Alves, C., & Carvalhas, J. (2015). Hemorragia massiva em Obstetrícia: princípios chave. Revista Da Sociedade Portuguesa De Anestesiologia, 24(1), 12-19. https://doi.org/10.25751/rspa.6553
Secção
Artigo de Revisão Narrativa