Como publicar Artigos

FACILITAR A PUBLICAÇÃO DO SEU MANUSCRITO 

  • O texto está claro, conciso e acessível?
  • O tamanho do texto adequa-se ao tamanho recomendado pela Finisterra?
  • Tem resumo e palavras-chave que relevem os pontos-chave do seu manuscrito?
  • Inclui o nome e afiliação de todos os/as autores/as?
  • Está formatado de acordo com as “instruções para os/as autores/as”?
  • Estão todas as referências feitas à literatura, incluídas nas suas referencias bibliográficas?
  • Tem autorizações escritas para a reprodução de figuras e quadros?
  • Verificou a política de revisão por pares da nossa revista de modo a que o seu manuscrito possas ser anónimo?

 

AUMENTAR A VISIBILIDADE DO SEU MANUSCRITO

Um grande número de artigos de investigação são publicados anualmente, de forma que é essencial assegurar que outros possam encontrar o seu trabalho; Como autor/a, existem algumas coisas que pode fazer para tornar a sua investigação mais fácil de encontrar: 

  • Quando enviar o seu artigo, vai precisar incluir palavras-chave. Estas serão utilizadas para o indexar na Finisterra on-line e em motores de busca. Essas palavras-chave vão ajudar os outros a encontrar o seu manuscrito com rapidez e precisão, de modo que deve pensar nelas como os rótulos do seu texto.

  • Diminua as palavras-chave para garantir que elas são tão precisas quanto possível e deve também incluí-las no seu título e resumo (lembre-se que alguns motores de busca apenas indexam estes!).

  • Quando o seu manuscrito se encontra publicado, ligue-o a partir da sua assinatura digital, da sua página pessoal ou blog, através das redes sociais e no website do seu departamento; estes procedimentos vão ajudar a torná-lo mais fácil de encontrar nos motores de busca.

  • Registe-se no ORCiD que lhe permite ser identificado num registo único, pois todos os/as investigadores/as precisam de ser capazes de unir-se com facilidade e de forma única a conjuntos de dados, equipamentos, artigos de revistas, citações, experiências, patentes, media, etc.

 

ESCREVER UM ARTIGO PARA UMA REVISTA CIENTÍFICA

Os artigos mais fortes geralmente têm um foco, que é suportado com evidências científicas, claramente identificáveis no texto.

Certifique-se que descreveu a metodologia e explicitou a abordagem; embora possa parecer óbvio para si, pode não o ser para o/a seu/ua leitor/a. E não se esqueça de explicar os acrónimos a primeira vez que surgem no texto.

Clareza é a chave: a transmissão da sua investigação deve ser acessível usando uma linguagem clara.

Conheça a outra literatura no seu campo de investigação (e deve referenciá-la!). Se não pode rever toda a literatura relevante, informe o leitor acerca das obras-chave anteriores e, se possível, como está a construir um racional a partir dessas obras-chave.

Use referências relevantes: a sua revisão da bibliográfica deve considerar o estado atual da literatura e não deve descurar as origens de conceitos-chave, de metodologias, de resultados, etc.

Pode acontecer que esteja a construir um conceito já existente, mas ainda tem algo novo a dizer. Certifique-se que o faz de uma forma convincente, e que compreende perfeitamente a referência anterior.

Indique de forma clara os resultados obtidos, eventuais fraquezas e possíveis melhorias do quadro concetual e da metodologia utilizada.

 

O QUE DEVE SABER E ESPERAR COM A REVISÃO POR PARES NA FINISTERRA

A revisão por pares segue uma série de etapas, começando com a submissão do seu manuscrito à Finisterra. Nesta primeira fase, o editor responsável pelo seu texto vai decidir se é adequado para a revista, fazendo perguntas, tais como:

  • Este manuscrito tem pertinência nesta revista?
  • O/A autor/a seguiu as normas da revista?
  • Será que os leitores da revista acharão interessante e útil?

O/a editor/a pode rejeitar o artigo imediatamente, caso contrário irá passar para a próxima fase, a da revisão pelos pares.

O/a editor/a irá encontrar e entrar em contato com dois/uas ou três outros/as investigadores/as especialistas no seu campo de investigação. Serão convidados a ler o seu manuscrito e a aconselhar o/a editor/a sobre a publicação, revisão ou rejeição do seu manuscrito.

O que procuram os/as revisores/as? 

Depende da área de investigação, mas vão verificar se o seu trabalho é original ou inovador, que o desenho do estudo e metodologia são adequados e descritos de forma a que outros possam replicar o que fez, que apresentou os seus resultados de forma clara e adequada, que as suas conclusões são concordantes, fiáveis e significativas para o avanço da ciência, e que o trabalho é de um padrão suficientemente alto e concordante com a política editorial da Finisterra.