Metodologias ativas numa escola técnica profissionalizante

Active methodologies in a professional technical school

Palavras-chave: Robótica, Educação 4.0, Indústria 4.0, Metodologias Ativas

Resumo

A quarta revolução industrial tem crescido exponencialmente e visualiza-se através da manufatura aditiva (impressões 3D e 4D), big data, Internet das Coisas – IoT (Internet of Things), sensores inteligentes, realidade aumentada, digitalização, inteligência artificial, robótica colaborativa, dentre outros avanços na chamada Indústria 4.0. Assim, o objetivo deste trabalho foi investigar como a metodologia da Educação 4.0 pode apoiar as estratégias pedagógicas numa escola técnica, oferecendo novos recursos de ensino e prática para formar profissionais para esse advento. Foi realizado um estudo de caso descritivo, de natureza qualitativa, através da implementação de uma metodologia baseada nos fundamentos da Educação 4.0 num curso de mecatrónica numa escola técnica, na disciplina de Robótica, recorrendo à observação participante para descrever os efeitos do novo formato de aplicação das aulas. A Educação 4.0, com as suas metodologias ativas, demonstrou que o aluno participante nessas aulas foi capaz de compreender, identificar, aperfeiçoar e agir dentro da quarta revolução industrial, obtendo as competências necessárias que esse mercado exige. A mudança parece ser inevitável com a Indústria 4.0, inclusive dentro do ambiente educacional, fazendo da Educação 4.0 a palavra de ordem entre os educadores que queiram preparar profissionais eficazes para o mercado de trabalho.

Downloads

Dados de downloads ainda não estão disponíveis.

Referências

Aires, R. W. A.; Moreira, F. K.; Freire, P. S. Indústria 4.0: Competências requeridas aos profissionais da quarta revolução industrial. CIKI VII Congresso Internacional de Conhecimento e Inovação. Foz do Iguaçu, Paraná. Setembro, 2017.
Andrade, K. Guia Definitivo da educação 4.0: Uma rede de conexões interligando pessoas e saberes. Planeta Educação. Disponível em: http://www.plannetaeducacao.com.br/portal/arquivo/editor/file/ebook-educacao4.0-planneta.pdf , acessado em março de 2019.
Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza. Plano de Curso para Habilitação Profissional de Técnico em Mecatrônica Integrado ao Ensino Médio. Número de Plano: 089. Eixo Tecnológico: Controle e Processos Industriais. São Paulo, 2009.
Coutinho, C. P. A influência das teorias cognitivas na investigação em Tecnologia Educativa.
Pressupostos teóricos e metodológicos, expectativas e resultados. Revista Portuguesa de Educação, 2008, 21(1), pp. 101-127. https://doi.org/10.21814/rpe.13921
Ensslin, L.; Vianna W. B. O design na pesquisa quali-quantitativa em engenharia de produção – questões epistemológicas. Revista Produção Online. Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, Santa Catarina, 2008.
Hatch, M. The Maker Movement Manifesto: Rules for Innovation. USA: Editora Mcgraw-Hill Professi, 2013.
Kloc, A. E.; Koscianki, A.; Pilatti, L. A. Robótica: uma ferramenta pedagógica no campo da computação. Universidade Tecnológica Federal do Paraná – UTFPR. I Simpósio Nacional de Ensino de Ciência e Tecnologia, p. 1394-1403, 2009.
Leontiev, A. N. Actividad, conciencia y personalidad. Buenos Aires, Editora Ciencias del Hombre, 1978.
Prause, Martin, & Weigand, Juergen. (2016). Industry 4.0 and Object-Oriented Development: Incremental and Architectural Change. Journal of technology management & innovation, 11(2), 104-110. https://dx.doi.org/10.4067/S0718-27242016000200010
Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços e Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações. Perspectivas de Especialistas Brasileiros sobre a Manufatura Avançada no Brasil. Brasília, novembro de 2016.
Morán, J. Mudando a educação com metodologias ativas. Coleção Mídias Contemporâneas. Convergências Midiáticas, Educação e Cidadania: aproximações jovens. Volume II. 2015.
Piaget, J. A construção do real na criança. São Paulo: Ática, 1996.
Schwab, K. A Quarta Revolução Industrial. São Paulo: Edipro, 2016.
SiemenS, G. Conectivismo: Uma teoria de Aprendizagem para a Idade Digital. 2004. Disponível em: http://docplayer.com.br/53538608-Conectivismo-uma-teoria-da-aprendizagem-para-a-era-digital.html acessado em junho de 2019.
Silveira, C. B. O que é Indústria 4.0 e como ela vai impactar o mundo. Disponível em: http://www.citisystems.com.br/industria-4-0/ acessado em junho de 2019.
Silva, S. P. Metodologias Ativas: Relatos de Experiências do Centro Paula Souza. Volume 1. Edições Brasil / Editora Fibra, Jundiaí, São Paulo, 2019.
SISTEMA FIRJAN. Panorama da Inovação. Indústria 4.0. Cadernos SENAI de Inovação. Abril, 2016a.
SISTEMA FIRJAN. Panorama da Inovação. Indústria 4.0: Internet das Coisas. Cadernos SENAI de Inovação. Junho, 2016b.
Thompson, J. B. A mídia e a modernidade: uma teoria social da mídia. Petrópolis: Editora Vozes, 2011.
Vygotsky, L. S. Pensamento e Linguagem. São Paulo: Martins Fontes, 1989.
Publicado
2020-06-29
Como Citar
Silva, E. C., Viana, H. B., & Vilela Jr., G. de B. (2020). Metodologias ativas numa escola técnica profissionalizante: Active methodologies in a professional technical school. Revista Portuguesa De Educação, 33(1), 158-173. https://doi.org/10.21814/rpe.18473
Secção
Artigos