MODELAÇÃO GEOMÉTRICA DA SOBRELEVAÇÃO DO NÍVEL MÉDIO DO MAR NA RESERVA NATURAL DO ESTUÁRIO DO TEJO

  • Bráulio Flor Instituto Politécnico de Santarém
  • Rosa Coelho Instituto Politécnico de Santarém
  • Albertina Ferreira Instituto Politécnico de Santarém
  • Anabela Grifo Instituto Politécnico de Santarém
Palavras-chave: Modelo Geométrico, Reserva Natural do Estuário do Tejo, Sistema de Navegação Global por Satélite

Resumo

A Reserva Natural do Estuário do Tejo (RNET) é uma área geográfica com cerca de 14400 ha, altitudes não superiores a 11m e integra uma extensa superfície de águas estuarinas, pauis, esteiros, mouchões, salinas e terrenos aluvionares agrícolas. As características geomorfológicas da referida área bem como a sua relevância ecológica e económica determinam que a realidade das mudanças climáticas e a subsequente subida do nível médio do mar produzam efeitos negativos significativos na mesma. Modelos geométricos que permitam a identificação e que monitorizem os problemas inerentes à subida do nível de água são ferramentas relevantes. O objetivo do trabalho consistiu na definição rigorosa da altimetria da área em estudo e na identificação das potenciais áreas inundadas e infraestruturas de proteção afetadas, resultantes da subida do nível médio do mar no horizonte temporal de 2100. A modelação geométrica foi suportada na recolha de dados de campo georreferenciados, com precisão centimétrica, utilizando o sistema de navegação global por satélite. Os dados tratados em gabinete permitiram o traçado de perfis do terreno em secções estratégicas, a análise da evolução da subida do nível das águas na área em estudo e a identificação dos momentos de ocorrência de galgamentos irreversíveis nas infraestruturas de defesa, considerando o horizonte temporal 2100. O modelo de análise e tratamento de dados permitiu verificar que cerca de 90% da área não estuarina da RNET será afetada pela subida do nível médio do mar em alguns dos cenários considerados. O modelo geométrico criado e suportado em dados reais complementou modelos de previsão e constituiu uma ferramenta útil para suportar a tomada de decisão sobre medidas de mitigação e sobre a necessidade da adaptação da área geográfica em estudo às mudanças climáticas.

Publicado
2019-07-15