A IMPORTÂNCIA DA APRENDIZAGEM COOPERATIVA NO ENSINO DAS CIÊNCIAS

  • Marisa Correia Instituto Politécnico de Santarém
  • Marina Constantino Instituto Politécnico de Santarém
Palavras-chave: Aprendizagem Cooperativa, Ensino das Ciências, Prática de Ensino Supervisionada

Resumo

O estudo teve como objetivo investigar se as atividades desenvolvidas com alunos do 5.º ano de escolaridade foram promotoras de aprendizagem cooperativa e em que medida essas atividades influenciaram as suas aprendizagens, no contexto da prática de ensino supervisionada em Ciências Naturais. Assim, optou-se por um estudo de natureza qualitativa assente numa investigação sobre a própria prática. Para o efeito procedeu-se à triangulação dos dados obtidos através de guiões das atividades promotoras de aprendizagem cooperativa, de grelhas de observação, das transcrições das entrevistas realizadas antes e após a intervenção em sala de aula, e das respostas dos alunos na ficha de avaliação de conhecimentos. A análise dos instrumentos de avaliação revelou que os alunos conseguiram adquirir conhecimentos e desenvolver competências sociais e cognitivas através do método de aprendizagem cooperativa. A análise das transcrições das entrevistas permitiu identificar fatores que condicionam o sucesso da aprendizagem cooperativa e constatar a evolução nas opiniões da professora cooperante e dos alunos entre os momentos pré e pós-intervenção. Os resultados obtidos demonstram ainda que a promoção da aprendizagem cooperativa implica a constituição criteriosa dos grupos e a atribuição de papéis aos alunos que os responsabilizem pelo decorrer das atividades.

Publicado
2020-01-22